É hora da reposição, preço subiu mais de 36%, confira!

É hora da reposição, preço subiu mais de 36%, confira!

PARTILHAR
gado magro reposicao 2
Foto: Zootecnista Luiz Roberto

No acumulado deste ano, a cotação do boi no mercado paulista subiu 36%, enquanto o preço do bezerro em Mato Grosso subiu 20,2%; Segundo Cepea, é hora da reposição!

Os dados de acompanhamento de mercado do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP) mostram que a atual relação de troca da venda do boi gordo e compra do bezerro para reposição é uma das mais favoráveis ao recriador desde fevereiro de 2013.

Esse cenário, segundo pesquisadores do Cepea, é resultado das altas mais intensas nos preços da arroba frente às observadas ao animal de reposição – de janeiro até a parcial de dezembro, o boi no mercado paulista registra valorização de 36%, enquanto que o preço do bezerro em Mato Grosso do Sul acumula alta de 20,2%.

Os dados do Cepea mostram que, na parcial de dezembro, produtores do estado de São Paulo precisam de 7,34 arrobas para a compra de um bezerro em Mato Grosso do Sul (foram considerados os Indicadores do boi ESALQ/B3, mercado paulista, e o ESALQ/BM&FBovespa do bezerro, Mato Grosso do Sul), contra 8,31 arrobas/animal no mesmo mês do ano passado, ou seja, aumento de 11,74% no poder de compra nesse período.

Para essas comparações, foram utilizados valores médios mensais, em termos reais (foram deflacionados pelo IGP-DI).

Segundo os dados da Scot Consultoria, o preço da reposição, está subindo e deve permanecer em altos patamares de negociação, já que a procura está maior que a oferta e o pecuarista da terminação está precisando repor o grande volume de boi que foi abatido nesses últimos meses. As cotações em Goiás, para o boi magro, alcançou patamares de R$ 2750,00 pelo animal nelore de 12@.

A cotação para o bezerro já alcançou patamares de R$ 2 mil, no estado de Goiás. Mas, há levantamento que mostram esse mesmo animal sendo negociado acima desse valor em leilões e movimentações dispersas entre pecuaristas.

Mercado de reposição está aquecido no Pará

A oferta reduzida e a boa demanda têm dado sustentação aos preços dos animais de reposição no Pará. 

Desde o início do ano as cotações acumulam alta de 36,4%, considerando a média de todas as categorias pesquisadas pela Scot Consultoria. A maior demanda pelo boi magro anelorado resultou em aumento de 40,8% para esta categoria desde janeiro. Atualmente está cotada em R$2,4 mil.

No mesmo período, a arroba do boi gordo valorizou 49,6%, resultando na melhora da relação de troca.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com