Égua Crioula é vendida por mais de R$ 100 mil em leilão

Égua Crioula é vendida por mais de R$ 100 mil em leilão

PARTILHAR
Foto: JG Martini/Divulgação

Vendas para a Europa são destaque em leilão de Cavalos Crioulos; Dois animais da Cabanha Mapocho serão exportados para a Itália

O leilão virtual de redução de plantel da Cabanha Mapocho, de Pelotas (RS), realizado na noite desta quarta-feira, 1º de abril, atingiu um faturamento de R$ 755 mil e chegou aos R$ 21 mil em média. Foram comercializados 38 lotes de equinos da raça Crioula do criatório que iniciou sua seleção na década de 1990. O grande destaque ficou por conta da venda de dois exemplares para a Itália.

Dois potros irão para o país do continente europeu. O presidente da Associação dos Criadores do país, Giuseppe Bonacina, proprietário da La Allegra e o criador Vittorio Raboni, da La Matilde, um dos participantes do primeiro Freno Europa, ocorrido no ano passado e que já adquiriu animais do criatório gaúcho, foram os compradores. Os animais ainda passarão por um período de doma no Brasil.

Segundo o leiloeiro e diretor da Trajano Silva Remates, Gonçalo Silva, além da liquidez, as vendas para diversos Estados brasileiros e para o exterior deram o tom da comercialização, superando as expectativas.

“Foi um leilão maravilhoso, com um material ofertado muito bom, com clientes mantendo aquecido o remate. Vendemos também para proprietários que tem criatórios no Brasil, mas moram em outros países como a China e a Indonésia”, ressaltou.

O exemplar mais valorizado da noite foi a égua Tropeada Mapocho, Grande Campeã e Melhor Exemplar do Passaporte de Chapecó para a Expointer 2019. O valor da venda foi de RS 110 mil.

Leilão de puro sangue lusitano oferta cavalos prontos para passeio

Vinte e cinco animais da raça puro sangue lusitano compõem a oferta do 1º Leilão de Cavalos de Sela e Passeio que será realizado nesta quinta-feira (2/4), às 20h30.

A promoção é da Coudelaria Aguilar, de Sarapuí (SP). Quem comanda as vendas é o veterano leiloeiro Nilson Genovesi. A leiloeira é a Programa.

Segundo Vagner Aguilar, proprietário da Coudelaria, os animais da oferta são rústicos e criados a pasto. “Eles se adaptam a qualquer região do país”, garante. Ele conta que o lusitano é um dos cavalos de sela mais antigos do mundo e foram utilizados nas conquistas e batalhas medievais.

Segundo Vagner, o primeiro cavalo veio para  Brasil pelas mãos de Dom João VI. Ele trouxe para o Brasil o garanhão de nome Sublime, diretamente da Coudelaria Alter Real, de Portugal.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com