Exportações do agro somam US $ 11,3 bi em julho

PARTILHAR

As exportações de carnes atingiram recorde para a série histórica, com mais de US$ 2 bilhões em vendas externas; Valorização de commodities puxa a balança do agronegócio.

As exportações do agronegócio em julho deste ano chegaram ao valor recorde de US$ 11,29 bilhões, 15,8% superior ao exportado no mesmo mês do ano passado (US$ 9,75 bilhões).

De acordo com a análise da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais (SCRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o crescimento das exportações está ligado à elevação do índice de preços dos produtos do agronegócio exportados pelo Brasil, que foi de 28,5% na comparação entre julho de 2020 e julho de 2021.

Como exemplo do movimento, uma massa citou os embarques de soja, principal produto de exportação do Brasil, que recuaram de cerca de 10 milhões de toneladas em julho de 2020 para 8,7 milhões de toneladas no mês passado, mas apuraram elevação de 32, 5% no preço médio na mesma base de comparação, o levou o saldo exportado a cerca de 4 bilhões de dólares.

O ministério também destacou que as exportações de carnes bovina, suína e de frango superaram pela primeira vez na história a marca de 2 bilhões de dólares em um só mês, somando em julho 2,03 bilhões de dólares, puxadas pelo aumento nos preços médios de exportação (+ 24%) e também pelo volume exportado (+ 8,8%).

O agronegócio contribuiu, ainda de acordo com a pasta, com participação de 44,2% nas exportações totais brasileiras no mês passado.

Por outro lado, o índice de quantum das exportações apresentou queda de 9,9%. Mesmo com queda do volume exportado, o forte incremento dos preços internacionais dos produtos exportados fez com que o valor atingisse um montante histórico, ressalta os analistas da SCRI.

A soja em grãos apresentou uma a queda na quantidade exportada, passando de aproximadamente 10 milhões de toneladas (julho/2020) para 8,7 milhões de toneladas (julho/2021). No entanto, a elevação do preço médio de exportação da oleaginosa brasileira em 32,5% fez com que o valor exportado alcançasse cerca de US$ 4 bilhões.

As carnes (bovina, suína e de frango) também atingiram valor recorde de exportações, com US$ 2,03 bilhões em vendas externas em julho passado (+34,9%). Em nenhum mês da série histórica iniciada em janeiro de 1997, as exportações do setor haviam ultrapassado o valor de US$ 2 bilhões em um único mês. A cifra foi obtida em função da expansão dos preços médios de exportação (+24%) e, também, do volume exportado (+8,8%).

As importações do agronegócio tiveram aumento de 25,8%, chegando a US$ 1,2 bilhão. O saldo da balança comercial do agronegócio atingiu US$ 10 bilhões. O agronegócio contribuiu com 44,2% na participação das exportações totais brasileiras.

>> Nota à imprensa – julho 2021

>> Balança Comercial do Agronegócio – julho 2021

>> AGROSTAT – Sistema de Estatisticas de Comercio Exterior do Agronegocio Brasileiro

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com