Fazenda em São Paulo é referência tecnológica de ILP

Fazenda em São Paulo é referência tecnológica de ILP

PARTILHAR
Fazenda Campina é Unidade de Referência Tecnológica de Integração Lavoura-Pecuária; caso de sucesso em solos arenosos é retratado em publicação
Foto: Juliano Silva / Embrapa

Fazenda Campina é Unidade de Referência Tecnológica de Integração Lavoura-Pecuária; caso de sucesso em solos arenosos é retratado em publicação

Em outubro deste ano, a Embrapa Cerrados (DF) publicou um estudo de caso da Fazenda Campina, localizada no município de Caiuá (SP), sobre o uso da Integração Lavoura-Pecuária (ILP) em solos arenosos como alternativa de manejo sustentável que traz inúmeros benefícios.

O documento revela que a Fazenda Campina, de propriedade de Carlos Viacava, passou a adotar o sistema de a ILP em 2013, com diversificação de culturas agrícolas, e atingiu resultados excepcionais na pecuária, com solo de baixo teor de argila – apenas 11% em média. Antes, a propriedade era onerada pelo elevado custo de produção, com grande investimento em adubação de pastagens e o uso de um volume significativo de ração animal, suplementação mineral e silagem.

O estudo mostra que a adoção da ILP na Fazenda Campina proporcionou uma evolução positiva e significativa tanto da produtividade vegetal como da produtividade animal, com a melhoria da qualidade do solo, a diversificação do negócio e a viabilidade da atividade agropecuária na propriedade.

Fazenda Campina é Unidade de Referência Tecnológica de Integração Lavoura-Pecuária; caso de sucesso em solos arenosos é retratado em publicação
Foto: Divulgação

A produtividade de milho para a produção de silagem de planta inteira, que na safra 2013/2014 havia sido de 37,2 t/ha, aumentou nas safras seguintes, chegando à produtividade média de silagem de 47,5 t/ha na safra 2016/2017. Também foi observada uma evolução crescente nas produtividades de soja em sistemas de ILP, partindo de 28,4 sc/ha na safra 2013/2014 para 59,14 sc/ha na safra 2017/2018.

Após a adoção da ILP, a Fazenda Campina também aumentou a eficiência do uso da terra. Comparando o ano-base de 2012/2013 com a safra 2016/2017, a área de pastagem destinada à produção animal foi reduzida em 52,2% e a taxa de lotação animal cresceu 54,6%, passando de 1,3 para 2,0 UA*/ha. Na safra seguinte, taxa de lotação chegou a 2,3 UA/ha, com redução da área de pastagem para 1.273 ha em 2018.

Também tiveram evolução significativa os índices zootécnicos levantados na propriedade. Na safra 2017/2018, observou-se ganho de peso vivo diário (média anual) de 469 g/animal/dia, produtividade animal de 16 @/ha e taxa de desfrute de 43,5%. A melhor nutrição nos pastos formados após a lavoura na ILP possibilitou atingir maior peso à desmama, tanto de machos como de fêmeas, sendo que as novilhas passaram a ser submetidas à reprodução aos 12 meses de idade (antes, eram expostas aos 24 meses).

A Fazenda Campina se tornou uma Unidade de Referência Tecnológica (URT) de ILP, passando a sediar diversas ações de transferência de tecnologia promovidas pela parceria com a Associação Rede ILPF para ampliar a adoção da ILP em solos arenosos.

Fazenda Campina é Unidade de Referência Tecnológica de Integração Lavoura-Pecuária; caso de sucesso em solos arenosos é retratado em publicação
Foto: Juliano Silva / Embrapa

Com exceção de 2020, desde 2014 são realizados anualmente dias de campo que abordam diversos aspectos da ILP na propriedade. Em paralelo aos dias de campo, é realizada uma reunião técnica de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) na Unoeste, em Presidente Prudente (SP), sob a coordenação do professor Edemar Moro.

O estudo de caso foi realizado através de parceria entre a Fazenda Campina e instituições como a Embrapa Pecuária Sudeste (São Carlos, SP), a cooperativa Cocamar e a Universidade do Oeste Paulista (Unoeste). Confira a pesquisa completa aqui.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.