Fazendeiro quase acaba morto com tiros, imagens fortes

Fazendeiro quase acaba morto com tiros, imagens fortes

PARTILHAR

Fazendeiro foi preso em Goiás, por tentativa de Homicídio; Desentendimento por conta da utilização de uma estrada de chão vicinal acabou em crime.Veja!

A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira (24), às 14 horas  na cidade de Iporá o fazendeiro E.J de Oliveira por crime de Homicídio tentado, em seguida, ele foi transferido aqui para Caiapônia e encontra se detido na Unidade Prisional do Município.

O crime ocorreu no último dia (17), em uma Fazenda no município de Caiapônia e segundo investigações dão conta de que o J de Oliveira suposto autor do crime não queria que a vítima continuasse a usar uma estrada vicinal que já era utilizada há dez anos e que faz limite entre as duas fazendas.

Ao encontrar o “rival” passando pela estrada, contra a sua vontade, o fazendeiro teria feito o indivíduo se ajoelhar e então disparou três vezes contra o rosto do alvo. Mesmo atingida, a vítima conseguiu tomar a arma do autor, que deixou o local.

No dia do crime, ao encontrar com a vítima nessa estrada, teria feito ela se ajoelhar e com um revólver, disparou três vezes no rosto da mesma. A vítima mesmo alvejada conseguiu tomar a arma do autor, sendo que este evadiu do local. A vítima foi socorrida e teve sua vida salva pela intervenção dos médicos.

O autor irá responder por tentativa de homicídio qualificado pelo motivo fútil e posse de arma de fogo.

Devido ao acontecimento a Polícia Civil Representou pela prisão Preventiva do autor, tendo sido deferida pelo Poder Judiciário. Foi cumprida ainda, busca e apreensão na fazenda, e foi localizado uma arma de fogo tipo espingarda. O J de Oliveira o suposto autor irá responder por Tentativa de Homicídio Qualificado pelo motivo fútil e posse de arma de fogo.

Com informações do Diário do Estado de Goiás

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com