Frigorífico fecha e deixa dívida milionária, e agora?

PARTILHAR

Após sumir sem deixar um contato, e um prejuízo de R$ 70 milhões, o frigorífico Rio Beef, voltou a aparecer; Segundo as informações agora existe uma promessa de “tentar reverter o quadro”, entenda o caso abaixo!

Segundo as informações divulgadas em primeira mão e com exclusividade pelo Compre Rural, os pecuaristas que têm mais de 70 milhões de reais para receber do frigorífico Rio Beef, de Ji-Paraná, estão indignados com a falta de respeito da empresa quanto ao pagamento de dívidas atrasadas desde novembro do ano passado. A empresa enviou um comunicado, informando sobre uma reunião que deve ocorrer nesta semana, tentando renegociar a situação com os pecuaristas!

Segundo eles, o Rio Beef há semanas vem prometendo o pagamento de valores atrasados da aquisição de animais para abate, mas isso não vem acontecendo. Com isso, os produtores rurais estão preocupados com o que pode acontecer em breve. Confira abaixo!

Várias reuniões e protestos já foram feitos pelos pecuaristas. O mais recente, divulgado pelo Compre Rural, mostra pecuaristas indignados com a falta de respeito com o produtor que, de boa fé, entregou os animais para abate e não obteve o mesmo respeito pelo Rio Beef Frigorifico Ozfrig Carnes do Brasil S/A.

Nossa equipe teve acesso a uma “Nota Convite”, que foi enviada para os pecuaristas da região, e informa que uma reunião foi marcada para o dia 18 de janeiro, nesta terça-feira, no Restaurante Caleche. Ainda segundo a carta, que pode ser vista na imagem abaixo, será demonstrado um novo plano de atuação da empresa para o ano de 2022.

Segundo as informações, a planta frigorífica está inoperante a mais de 20 dias, alegando que não há bois suficientes na região que permitam a operação da indústria. Além de ser infundada tal alegação, os pecuaristas esclarecem que não foi feito nenhuma tentativa de compra pois os diretores e representantes não tem credibilidade na região!

Existe pecuarista neste grupo que, segundo as informações, venderam mais de 20 cargas fechadas para a indústria e não receberam nada ainda. A outros em que a dívida ultrapassa cerca de R$ 5 milhões, como é o caso do pecuarista do áudio abaixo, que cobra o “Lucas Zanchetta” ( possível dono da operação, assim como no New Beef).

Pecuarista cobra dívida de R$ 5 milhões

Entenda a história

O RioBeef é uma empresa que nasceu em 2019, visando sanar uma lacuna de mercado ocorrida nesse mesmo ano na cidade de Ji-Paraná, na Região central do Estado de Rondônia. Segundo os produtores local, uma nova sociedade foi criada com o grupo Ozfrig, visando trazer mudanças positivas para a região, mas não foi o que aconteceu na prática.

No RioBeef o produtor será valorizado pelo seu trabalho, recebendo justamente pelo seu papel desempenhado.” Essa era uma frase que está no site da empresa, mas infelizmente diversas são as dívidas criadas que, segundo a estimativa, já soma mais de R$ 70.000.000,00 em cargas negociadas.

Infelizmente diversas são as dívidas criadas que, segundo a estimativa, já soma mais de R$ 70.000.000,00 em cargas negociadas.

Veja o vídeo do lançamento e os prazos de renegociação das dívidas que foi obtido pela nossa equipe:

Os pecuaristas estão se unindo, correndo atrás da cobrança desses dividendos que, segundo as informações, estão atrasados desde novembro e, além disso, mesmo após a renegociação os prazos não foram cumpridos em janeiro deste ano.

Infelizmente o prejuízo é gigante para a região e para os pecuaristas. Além disso, os funcionários estão em “férias coletivas”, já que a indústria alegou que não há gado gordo na região para que a indústria volte a operar neste momento.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com