Frio e tempo firme, confira a previsão do tempo da semana

Frio e tempo firme, confira a previsão do tempo da semana

PARTILHAR

Após chuvas e ventanias causadas pela formação de um ciclone na última semana, o tempo volta a abrir nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil.

Sul

O dia começa frio no Sul do país com mais aberturas no tempo e formação de nevoeiros entre grande parte do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Um sistema de baixa pressão atmosférica na altura do Paraguai deixa o tempo instável e com previsão de chuva entre o centro-oeste do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e todo o estado do Paraná. A chuva ocorre especialmente entre a tarde e a noite, e ocorre de maneira bastante isolada e passageira, sem expectativa para acumulados elevados.

Sudeste

A condição para chuva já diminui no Sudeste, com o afastamento de uma frente fria para o oceano. No entanto, algumas instabilidades em médios e altos níveis da troposfera ajudam a levar eventual chuva fraca ao sul de Minas Gerais. Também chove fraco por causa da umidade do mar em alguns pontos do Rio de Janeiro, como a região da Costa Verde, Médio Paraíba, Baixada e serra fluminense. Já nas demais áreas do Sudeste, tempo mais firme. O mar segue agitado entre São Paulo e Rio de Janeiro.

Centro-Oeste

O tempo fica cada vez mais firme sobre o Centro-Oeste, embora o frio da manhã aumente um pouco sobre o sul de Mato Grosso do Sul. Trata-se de uma grande massa de ar seco que inibe a formação de nuvens carregadas e garante maior amplitude térmica. Ou seja, durante a tarde a temperatura sobe e a umidade relativa do ar cai mais um pouco.

Nordeste

As condições de tempo quase não mudam no Nordeste, mas as chuvas ficam mais restritas às áreas costeiras. Atenção com o tempo mais fechado e a condição para chuva constante e volumosa entre o litoral do Rio Grande do Norte, da Paraíba e de Pernambuco. No litoral da Bahia também pode chover de forma mais expressiva e os ventos aumentam. No interior da região, o ar segue nublado e seco.

Norte

O tempo abre mais no centro e sul da região Norte e as chuvas prosseguem nas áreas mais ao norte, em especial sobre Roraima. Atenção também à umidade, que favorece formação de névoa entre o Acre e o Amazonas. No Tocantins, Rondônia e sul do Pará, há maior amplitude térmica e os índices de umidade relativa do ar ficam mais baixos no período da tarde.

Terça-feira

Sul

A chuva se espalha para boa parte da Região Sul, e de forma persistente no norte gaúcho e sul catarinense. Os acumulados tendem a ser mais elevados em relação ao dia anterior, e a chance para fortes temporais é alta. Isso por conta do sistema de baixa pressão atmosférica na altura do Paraguai, combinado aos ventos relativamente mais úmidos e quentes que sopram de noroeste, que favorecem a formação de nuvens carregadas e chuva intensa.

Sudeste

A tendência de tempo firme em grande parte do Sudeste com formação de nevoeiros ao amanhecer e temperaturas mais agradáveis à tarde, algo que deve se propagar até o final de

semana. A chance de chuva se concentra somente no litoral paulista, região metropolitana e Vale do Paraíba (SP),mas de forma muito pontual e passageira. A chuva ocorre devido aos ventos que sopram do oceano,e também instabilidades em níveis mais altos da atmosfera.

Centro-Oeste

Na terça-feira, o ar seco ainda predomina no Centro-Oeste. As temperaturas ficam altas à tarde, a umidade cai e o potencial para queimadas aumenta.

Nordeste

A chuva diminui sobre as áreas costeiras, mas ainda não se descarta a chance para chuva isolada e passageira no final do dia em todo o litoral nordestino. Já no interior da região, uma massa de ar mais seco garante mais um dia com sol, tempo firme, e baixos níveis de umidade relativa do ar.

A tendência é de poucas mudanças no tempo nos próximos dias: a chuva segue concentrada nas áreas litorâneas, auxiliadas por ventos que sopram do mar, com chuvas constantes inclusive em Capitais.

Norte

Na terça-feira, sem grandes mudanças no tempo. Atenção para chuva intensa entre Roraima e Amapá, onde instabilidades tropicais favorecem a formação de nuvens carregadas. Nas demais áreas, o tempo abafado predomina, e a chance de chuva se concentra ao final do dia, de forma isolada e passageira, exceto entre leste do Acre, Rondônia, sul do Pará e Tocantins, onde o tempo firme predomina.

Fonte: Canal Rural, com informações da Somar Meteorologia

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com