Gigante dos defensivos vai sair de 35 países; Confira!

PARTILHAR
Foto Divulgação.

A ideia é reduzir os gastos planejados e implementar medidas para proteger as margens da companhia frente ao aumento dos custos das matérias-primas.

A multinacional de sementes e pesticidas Corteva Agriscience anunciou que irá sair de aproximadamente 35 países. Além disso, a empresa também vai suspender o contrato (layoff) de cerca de 5% dos colaboradores em nível global, com o objetivo de cortar custos visando enfrentar a crise econômica. Situação pode gerar grande impacto no mercado das comodities, confira mais detalhes abaixo!

Fornecedores de sementes e produtos agroquímicos, como a Corteva e a Bayer, vêm aumentando os preços dos produtos vendidos aos agricultores para compensar seus próprios custos crescentes, disseram executivos da empresa.

De acordo com o diretor financeiro da Corteva Agriscience, Dave Anderson, a ideia é reduzir os gastos planejados e implementar medidas para proteger as margens da companhia frente ao aumento dos custos das matérias-primas. “Não acreditamos que (a inflação) esteja diminuindo”, afirmou Anderson na reunião anual de investidores da empresa de origem norte-americana, realizada na última terça-feira, 13 de Setembro.

Funcionários afirmaram, que a Corteva planeja sair de cerca de 35 países. Dessa forma, o plano da Corteva será o de atender cerca de 110 mercados, que representam 95% do faturamento da gigante de agroquímicos e sementes. Entre esses, a companhia vai concentrar-se em 20 países considerados estratégicos, entre eles o Brasil, o Canadá, os Estados Unidos, a Europa Ocidental e a Índia. 

O aumento na inflação que atinge até mesmo os países mais desenvolvidos do mundo neste ano, atingindo as máximas das últimas quatro décadas. Segundo o executivo da Corteva Agriscience, mesmo que a pressão de custos diminua no próximo ano em relação aos níveis vistos neste 2022, o avanço nos preços ainda será significativo.

A justificativa para as demissões são os altos custos de mão de obra, matérias-primas e transporte.

“Historicamente, tentamos ser tudo em todos os lugares”, disse o vice-presidente executivo do negócio de proteção de cultivos, Robert King.

A Corteva disse no mês passado que espera US$ 400 milhões em despesas de reestruturação até o segundo trimestre de 2023, pois planeja sair de certas localidades e abandonar várias linhas de produtos.

Com essa reorganização, detalhou Anderson, está previsto economizar mais de US$ 200 milhões até 2025. A Corteva Agriscience projeta vendas líquidas entre US$ 19,5 bilhões a US$ 20,5 bilhões nesse mesmo período, sendo que cerca de 8% disso será investido em pesquisa e desenvolvimento.

A empresa disse, ainda, que planeja investir cerca de 8% de suas vendas em Pesquisa & Desenvolvimento (P&D). “Vamos equilibrar o portfólio com novos produtos saindo do pipeline e preenchendo as lacunas com parcerias estratégicas em tecnologias biológicas e aplicáveis a sementes”, disse King.

Em seu trimestre mais recente, encerrado em 30 de junho, a Corteva registrou US$ 68 milhões em despesas de reestruturação, US$ 45 milhões dos quais estavam relacionados à sua decisão de sair do mercado russo após a invasão da Ucrânia.

Sobre a Corteva 

A Corteva, Inc. (NYSE: CTVA) é uma empresa global de capital aberto e 100% agrícola que combina inovação líder do setor, elevado envolvimento com o cliente e execução operacional para fornecer soluções lucrativas para os desafios agrícolas mais urgentes do mundo. A Corteva gera preferência de mercado vantajosa por meio de sua estratégia de distribuição exclusiva, junto com seu mix equilibrado e globalmente diversificado de sementes, proteção de cultivos e produtos e serviços digitais.

Com algumas das marcas mais reconhecidas na agricultura e um pipeline de tecnologia bem posicionado para impulsionar o crescimento, a empresa está comprometida em maximizar a produtividade dos agricultores, enquanto trabalha com stakeholders em todo o sistema alimentar, cumprindo sua promessa de enriquecer a vida daqueles que produzem e daqueles que consomem, garantindo o progresso para as próximas gerações. Mais informações disponíveis em www.corteva.com

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com