Incêndio mata mais de 6 mil animais, prejuízo milionário

Incêndio mata mais de 6 mil animais, prejuízo milionário

PARTILHAR
Imagem ilustrativa

Incendiou mata mais de 6 mil cabeças de gado, prejuízo passa de US$ 300 milhões. Além disso, cerca de 20 pessoas também morreram. Veja!

Uma das piores temporadas de incêndios da Austrália continua causando prejuízos e mortes. Além de atingir o gado, o fogo ameaça a vida dos agricultores. Em Nova Gales do Sul, mais de 6.200 cabeças de gado foram perdidas devido aos incêndios.

A Austrália já vem sofrendo com os desastres naturais desde final de 2018, quando a pior seca da história atingiu o país. Já no início de 2019, uma grande chuva causou a inundação das pastagens e áreas produtoras, causando a morte de mais de 500 mil cabeças de gado. Os grandes produtores estão se recuperando e a meio isso tudo, estão agora enfrentando o pior incêndio no país. Já foram mais de meio bilhão de animais mortos, entre silvestres e domésticos.

O fogo também matou 20 pessoas e atingiu armazéns de ração. Também houve mortes em Vitória e na Austrália do Sul, dois estados onde mais de 9.800 quilômetros quadrados foram devastados. Juntamente com a restauração de linhas de energia, sistemas de água e suprimento de combustível em áreas do sudeste da Austrália, o descarte de animais mortos é outra preocupação.

O primeiro-ministro, Scott Morrison, alertou que as carcaças representam perigos para a saúde pública se não forem enterradas rapidamente. As perdas voltam a castigar o setor agrícola, que sofreu uma estiagem de três anos. Quase 900 toneladas de forragem foram distribuídas aos agricultores no sudeste de Nova Gales do Sul para manter os rebanhos sobreviventes, de acordo com o ministro da Agricultura do Estado, Adam Marshall.

As perdas com seguros são estimadas em cerca de US$ 300 milhões nesta temporada, de acordo com o Conselho de Seguros da Austrália, número baseado apenas em reivindicações feitas até o momento. É provável que esse total aumente, já que mais de 120 incêndios ocorreram em Nova Gales do Sul na terça-feira, 7.

Ainda assim, muitos agricultores estão enfrentando apagões e estradas bloqueadas. Como os problemas de fornecimento de energia impedem o resfriamento do leite, por exemplo, algumas fazendas estão descartando o produto, disse Peter Johnson, funcionário do grupo industrial Dairy Australia. Além do leite, as vacinas também foram perdidas por causa da falta de refrigeração.

No Brasil 

A fumaça proveniente dos incêndios na Austrália continuam avançando sobre o Brasil, segundo a Somar Meteorologia. Nas imagens de satélite mais recentes da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos Estados Unidos (NOAA) é possível ver a nuvem de poeira no norte do Rio Grande do Sul. Provavelmente a fumaça chegou em algumas cidades de Santa Catarina que fazem divisa com o estado gaúcho.

“No decorrer desta quarta-feira, 8, a poeira pode avançar mais sobre Santa Catarina, mas a tendência é que grande parte da poeira avance em direção ao Atlântico”, disse em relatório diário.

Compre Rural com informações do Estadão

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com