Longhorn: Raça do Texas ganha o mercado brasileiro

Longhorn: Raça do Texas ganha o mercado brasileiro

PARTILHAR
Foto Divulgação.

A raça de origem norte-americana é de aptidão para produção de carne e rústica; Pecuaristas do Brasil estão crescendo na criação da raça Longhorn.

A Associação Nacional dos Criadores “Herd-Book Collares” (ANC) está iniciando o processo de registro genealógico e controle da raça norte-americana Texas Longhorn. “A raça pura de origem ainda não conta com associação no Brasil e, até então, não possuía registros”, informa Silvia Freitas, superintendente de registro da ANC, que tem sede em Pelotas, RS.

Texas Longhorn é uma raça de gado conhecida por seus chifres característicos, que podem se estender a mais de 1,8 m de ponta a ponta para touros e até 2,54 m de ponta a ponta para novilhos e vacas excepcionais. Conheça mais sobre a raça e sobre a criação no Brasil!

A raça

Eles são descendentes do primeiro gado introduzido no Novo Mundo, trazido pelo explorador Cristóvão Colombo e pelos colonos espanhóis.

Descendentes de bovinos que prosperaram em regiões áridas do sul da Península Ibérica, esses animais foram criados para uma alta tolerância ao estresse hídrico. Os Texas Longhorns são conhecidos por suas diversas cores e podem ser de qualquer cor ou mistura de cores, mas as misturas de vermelho e branco escuros são as mais dominantes.

As análises genéticas mostram que o Texas Longhorn se originou de uma linhagem de taurina ibérica, descendente da domesticação de aurochs selvagens no Oriente Médio e com alguma mistura com os aurochs europeus, e mais tarde (enquanto na América) foi cruzada com gado “indicativo” , descendente da domesticação de aurochs na Índia , 85% e 15%, respectivamente por proporção.

auroque
O tamanho provável dos auroques, com base em fósseis encontrados na Rússia
Gauro-maior-bovino-selvagem-do-mundo
Foto: Reprodução Imagens Youtube
maior chifre do mundo 2
Foto Divulgação
BOI_MAIS_CHIFRUDO_MUNDO
Touro JR com seus quase 3 metros de chifres. Foto Divulgação.

No Brasil

A Associação Nacional dos Criadores “Herd-Book Collares” (ANC) está iniciando o processo de registro genealógico e controle da raça norte-americana Texas Longhorn.

A Texas Longhorn (85% de genes taurinos e 15% zebuínos) é uma raça de aptidão para produção de carne e rústica, incorporando alta fertilidade, resistência a parasitas e com fêmeas apresentando alta facilidade de parto.

Silvia comenta que há vários selecionadores da raça no País, com exemplares de padrão racial bem definidos. “Inicialmente, os criadores acreditam que aproximadamente 150 animais devem ser registrados. Também existe uma mobilização para se criar a associação promocional da raça”, disse.

Os animais puros apresentam diferentes tamanhos, cores e configurações de seus longos e característicos chifres, quase horizontais e pontiagudos. Sua carne é considerada magra, apresentando baixa concentração de colesterol e alta concentração de Omega 3, segundo a ANC.

Conheça a criação do gado em Goiás:

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com