Lucro do Rei da Soja sobe para R$ 447,2 milhões, vídeo!

PARTILHAR

A SLC Agrícola registrou lucro de R $ 447,2 milhões no segundo trimestre, mais do que o dobro (alta de 128,1%) dos R $ 196,1 milhões de um ano antes.

A SLC Agrícola mais que dobrou o seu lucro líquido no segundo trimestre, embalada por maiores volumes de grãos e oleaginosas produzidos em meio a preços mais altos, informou a companhia, uma das maiores produtoras agrícolas do Brasil. O lucro líquido cresceu 133,8% no primeiro semestre, para 824 milhões de reais, e 128,1% no segundo trimestre, a 447,2 milhões de reais.

Na safra 2020/21 o potencial inicial de plantio da companhia divulgado foi 472 mil hectares. Considerando o potencial de inicial de plantio da Terra Santa de 145 mil hectares, e o contrato de arrendamento com a Agrícola Xingú, que adiciona potencial de 43 mil hectares, temos estimativa de plantio para a safra 2021/22 de aproximadamente 660 mil hectares, ou seja, um crescimento de 40% em relação à safra 2020/21.

“Esse recorde realizado no período ocorreu notadamente devido ao aumento nos preços de faturamento, combinado com maiores volumes faturados para o algodão e a soja…”, disse a SLC em comunicado na noite de quinta-feira.

A companhia também citou o reflexo positivo da dinâmica de contabilização dos ativos biológicos (receita – custo), devido às expectativas de margens superiores em relação à safra anterior. No trimestre, a geração de caixa medida pelo Ebitda ajustado atingiu 505,2 milhões de reais, com aumento de 248,8% frente ao mesmo período do ano passado.

A companhia reportou acréscimo de 220% no resultado bruto trimestral frente a 2020, devido principalmente à expansão das margens em todas as culturas. No trimestre e semestre, o custo dos produtos vendidos apresentou aumento de 31,3% e 27,6%, respectivamente, notadamente devido ao maior volume faturado no período para as culturas do algodão e soja.

As despesas com vendas apresentaram redução de 11% no trimestre, mas com um aumento de 9,6% no semestre. “No trimestre, tivemos aumento na conta de fretes devido ao maior volume faturado. Além disso, na conta de outras despesas, no 2T20 foram reconhecidos antecipadamente os gastos com royalties de soja semente…”, disse.

“Cabe salientar que o aumento do endividamento nesse período do ano é esperado, considerando o ciclo financeiro do negócio”, disse.

A companhia afirmou também que estrategicamente manteve seu nível de caixa alto no período visando assumir a operação da Terra Santa.

Com isso, o resultado operacional medido pelo Ebitda – sigla em inglês do lucro sem os descontos de despesas com a dívida, impostos, depreciação e amortização – ficou em R $ 755,3 milhões, também mais de duas vezes acima (alta de 113, 2%) da cifra apurada no segundo trimestre do ano passado.

O resultado final da empresa contou ainda com alta de 52,9% no cálculo do valor justo dos ativos biológicos da companhia, que reflete uma expectativa de retorno das lavouras que passam por transformação biológica relevante.

A operação consistiu na incorporação pela SLC da operação agrícola da Terra Santa (excluindo terras e benfeitorias), em acordo que envolveu ações.

Conheça os números e tamanho do Rei da Soja

A SLC Agrícola, que ocupava a segunda colocação, informou em novembro que a compra da Terra Santa estava sendo realizada, conforme descrito acima. Sendo assim, ela é agora a proprietária de mais de 581 mil hectares de soja, o que a torna o novo Rei da Soja!

O posto de maior produtor de soja do país pertencia ao Grupo Bom Futuro, com uma área de 530 mil hectares. A soja, principal cultura cultivada nas unidades da Bom Futuro, com uma média de 280 mil hectares, totalizando uma produção aproximada de 1,3 milhão de toneladas por safra.

A SLC Agrícola, fundada em 1977 pelo Grupo SLC, é uma das maiores produtoras mundiais de grãos e fibras, focada na produção de algodão, soja e milho. Empresa se tornará o novo Rei da Soja!

Com Matriz em Porto Alegre (RS), a Empresa possui 16 Unidades de Produção estrategicamente localizadas em 6 estados brasileiros que totalizaram 448.568 hectares no ano-safra 2019/20.

As fazendas estão localizadas nos estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Bahia, Pernambuco e Maranhão.

Imagens do Novo Rei da Soja:

Parque de Máquinas da SLC Agrícola

  • 212 tratores
  • 206 colheitadeiras de grãos
  • 85 colheitadeiras de algodão
  • 209 plantadeiras
  • 161 pulverizadores autopropelidos

Desempenho operacional – Safra 2020/21

Soja

Atingimos pelo 3º ano consecutivo novo recorde de produtividade, o que está em linha com a estratégia atual da Companhia de foco em maximizar a eficiência da operação. Essa produtividade foi 8,1% superior ao projeto inicial e 15,4% superior à média nacional (estimativa fevereiro/2021- CONAB).

Milho

A produtividade do milho segunda safra foi 3,0% superior à safra 2018/19 e 0,7% inferior ao projeto inicial, com uma produtividade de 7.333 kg/ha. Em relação à média nacional a produtividade atingida ficou 34,4% superior. (estimativa fevereiro/2021-CONAB).

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com