Mais de 81 toneladas de carne bovina exportadas

Mais de 81 toneladas de carne bovina exportadas

PARTILHAR
carne embalada
Foto Divulgação

Até a segunda semana de agosto foram enviadas aproximadamente 81 mil toneladas de carne bovina in natura; Confira os dados da Agrifatto!

A desaceleração padrão da 2ª semana aconteceu novamente em agosto/20, os embarques diários na primeira semana que estavam em 8,81 mil toneladas, reduziram para 7,41 mil toneladas/dia, fazendo com que a média diária até o momento caísse para 8,11 mil toneladas. Ainda assim, os números são bons, pois estão 32% maiores que em agosto/19 e 10% maiores que julho/20, demonstrando a capacidade para que o recorde histórico de 170 mil toneladas seja transposto neste mês de agosto/20.

A receita obtida com a venda de carne bovina reduziu em paralelo com os embarques, atingindo uma média diária de US$ 32,68 milhões. Destaca-se o fato de que aparentemente o preço médio de venda encontrou um piso no US$ 4,00 mil dólares/tonelada. Isso por que, mesmo com a valorização da moeda norte-americana durante a semana, o recuo de preço praticamente não existiu. As renegociações parece que chegaram a um ponto de equilíbrio.

Com uma maior preferência pelo embarque de soja, as exportações de milho na 2ª semana de agosto/20 desaceleraram frente a primeira semana do mês. Foram pouco mais de 1,46 milhão de toneladas embarcadas durante a segunda semana, fazendo a média diária recuar de 408,47 mil toneladas para 350,56 mil toneladas no comparativo entre as semanas.

O recuo na receita foi ainda maior no comparativo semanal, já que a eminente chegada da safra norte-americana e a disputa com o milho ucraniana dificulta aumento de preços de venda, não à toa o preço médio recuou 4%, estabelecendo-se em US$ 162,3/t. A receita obtida até o momento com a venda de cereal atingiu US$ 568,85 milhões. Caso continue com esse desempenho agosto/20 deve fechar bem próximo de agosto/19 em números absolutos, com pouco mais de sete milhões de toneladas de milho vendidas.

Surpreendentemente, as exportações de soja voltaram a crescer no Brasil durante a 2ª semana de agosto/20. A surpresa é justificada pela redução vertiginosa de oferta disponível, no entanto, com o prêmio chegando ao patamar de US$ 2,00/bu em alguns portos brasileiros, a atratividade de vendas externas aumenta. A média diária saiu de 318,69 mil toneladas para 350,18 mil toneladas, um acréscimo de 10%.

A receita obtida já ultrapassou os US$ 1,24 bilhão, e, restando mais duas semanas ainda de embarques a serem cumpridos, a arrecadação com a venda de oleaginosa deve ultrapassar os US$ 2,10 bilhões e ser um recorde histórico para as exportações de soja brasileira durante um mês de agosto.

Fonte: Agrifatto

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com