Escore de cocho em confinamento

Escore de cocho em confinamento

PARTILHAR
confinamento1
Foto Divulgação.

Você realiza a leitura de cocho no seu confinamento? Você sabe o impacto que essa técnica trás para sua lucratividade? Veja os temas abordados nessa matéria.

O manejo de cocho é feito em um confinamento para otimizar a produção, principalmente pelo fato de que dessa forma o produtor pode calcular uma sobra esperada para o dia, com base na quantidade que sobrou da dieta oferecida no dia anterior.

E o manejo de cocho limpo não foge dessa ideia, apenas a complementa, pois neste a sobra esperada é menor que 3%, ou seja, o proprietário irá ajustar a quantidade oferecida fornecendo exatamente o que o animal necessita, economizando assim com os gastos com a ração, e facilitando o trabalho a ser exercido.

A quantidade do oferecido vai ser calculada a partir do consumo que os animais tiveram nos últimos dias, permitindo que o animal consuma à vontade, nunca com a intenção de restringi-lo por falta de alimento, mesmo demostrando procura por alimento. As técnicas utilizadas para esse manejo são:

Leitura de cocho

A leitura de cocho, que deve ser feita três vezes ao dia, a primeira será antes do primeiro trato para que se possa calcular o oferecido, a segunda antes do último trato, para analisar e identificar uma possível anormalidade e as leituras de cocho adicionais podem ser realizadas à noite (VASCONCELOS, 2005).

Os escores de cocho servem para indicar possíveis ajustes na quantidade de ração a ser fornecida aos piquetes durante o dia (FERREIRA, 2011), e assim evitar desperdícios, ou falta de alimento. As notas referentes a leitura de cocho estão apresentadas na tabela abaixo.

Número de tratos e horários pré-definidos

Assim o total do oferecido do dia (100%) será dividido pelo número de tratos, deixando sempre a maior parcela para o período da noite, pois terá um intervalo maior até a próxima refeição. Isso ajuda o animal a criar uma rotina alimentar, resultando em uma maior eficiência.

Leia mais:

Sobras

Toda a sobra que for encontrada no cocho na manhã seguinte deve ser descartada, mesmo que ainda esteja boa para consumo. Tendo assim o controle do quanto deve ser oferecido, e gradativamente será ajustado para que sempre sobre menos de 3% do total oferecido.

As vantagens de um manejo de cocho limpo em um confinamento de bovinos de corte são:

  • que a previsão e logística serão maiores;
  • a conversão alimentar aumentará e facilitara a mão-de-obra já que terá menos sobras para serem recolhidas;
  • evita que os animais consumam uma dieta de mais baixa qualidade por estar amanhecida, melhorando assim a qualidade da oferecida;
  • e por fim, diminuindo a variação do consumo dos animais e evitando assim problemas de saúde que poderiam apresentar como a acidose.

Mas também existem as desvantagens, uma delas é o descarte da sobra, visto como desperdício, quanto ela ainda é viável para consumo; O fato deste manejo ser mais complexo, se exige um maior controle da equipe, e esta tem que ter pessoas mais capacitadas para o serviço.

Fonte: Coimma

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com