Milho brasileiro fica mais competitivo

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Preços internacionais, dólar e prêmios elevados colocam cereal brasileiro no mercado internacional, veja o que disse a Agrifatto em seu relatório!

No mercado físico do milho registra melhora da liquidez com patamar de R$ 88,00/sc em Campinas/SP viável à exportação. Os futuros na B3 encerraram a quarta-feira em alta acompanhando milho CBOT, o vencimento novembro/21 registrou valorização de 0,27% valendo R$ 87,79/sc no final do dia.

Em Chicago, os contratos futuros do cereal encerraram o dia em alta, após forte aumento da produção de etanol nos EUA. O vencimento dezembro/21 foi avaliado em US$ 5,57/bu, avanço de 2,53%.

Boi Gordo

No mercado físico do boi gordo parte dos frigoríficos se mantiveram fora das compras como parte da estratégia de pressão sobre o preço do boi gordo em São Paulo. Com isso, os negócios concretizados nesta quarta-feira apontaram para valores os de R$ 255,00/@, mais uma mínima dos últimos 11 meses.

Na B3, o contrato futuro de boi gordo com vencimento para nov/21 fechou o dia cotado em R$ 272,05/@, desvalorizando -3,97% no comparativo diário.

No mercado atacadista de carne bovina em São Paulo, o volume disponibilizado para comercialização nas próximas semanas deverá seguir em linha de oferta das semanas anteriores.  Com o valor da arroba nos patamares atuais, as cotações dos principais cortes comercializados podem passar por reajustes olhando a curto prazo. Enquanto isso, a carcaça casada bovina, segue cotada em R$ 17,00/kg.

Soja

Acompanhando o recuo do dólar e baixo apetite do comprador, os preços praticados no mercado físico da soja passam por ligeira desvalorização. Em Paranaguá/PR, a oleaginosa é cotada na casa dos R$ 171,00/sc.

Já na bolsa de Chicago, os futuros encerraram o dia praticamente estáveis pelo segundo pregão consecutivo, apesar do recuo do óleo de soja a melhora na demanda pelo grão norte-americano destinado à exportação sustentou as cotações. O vencimento novembro/21 ficou valendo U$ 12,39/bu, alta de 0,10%.

Fonte: Agrifatto

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.