Milho: cotação estabiliza no porto; no interior valor sobe

Milho: cotação estabiliza no porto; no interior valor sobe

PARTILHAR
supersafra de grãos
Foto: Pedro Revillion/Palácio Piratini

O dólar em baixa favoreceu os preço da saca de milho no interior, com a oferta do cereal ainda restrita e a grande preocupação com o clima!

O mercado brasileiro de milho teve uma quarta-feira, 4, de preços firmes. Segundo o consultor de Safras & Mercado, Paulo Molinari, apesar de alguma acomodação nas cotações nos portos, com o dólar em baixa, os valores seguiram bem sustentados no interior, com oferta restrita.

No Porto de Santos, o preço ficou em R$ 78,00/84,00 a saca. No Porto de Paranaguá (PR), o valor foi de R$ 77/83 a saca.

No Paraná, a cotação ficou em R$ 78/80 a saca em Cascavel. Em São Paulo, o preço chegou a R$ 80/84 na Mogiana. Em Campinas CIF, o preço foi de R$ 82/84 a saca.

No Rio Grande do Sul, preço ficou em R$ 82/84 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, a cotação chegou a R$ 74/76 a saca em Uberlândia. Em Goiás, o preço esteve em R$ 72 – R$ 75 a saca em Rio Verde – CIF. No Mato Grosso, o preço ficou a R$ 75/78 a saca em Rondonópolis.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão com baixa de 1,83%, sendo negociado a R$ 5,6570 para venda e a R$ 5,6550 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,6450 e a máxima de R$ 5,7660.

Fonte: Agência Safras

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.