Milho desvaloriza com maior oferta

PARTILHAR
caminhao cheio de milho carregado na roca
Foto: Wenderson Araujo/Trilux

Oferta se sobrepondo à demanda, a saca do milho em Campinas/SP recua para a casa dos R$ 90,00/sc. Já na B3, o pregão encerrou com pouca variação nos futuros do grão!

Com a oferta se sobrepondo à demanda, a saca do milho em Campinas/SP recua para a casa dos R$ 90,00/sc. Já na B3, o pregão encerrou com pouca variação nos futuros do grão, o vencimento novembro/21 avançou 0,15%, valendo R$ 88,82/sc.

Em Chicago, a alta do petróleo impulsionou a valorização dos contratos futuros do cereal devido a melhora na competitividade do etanol, que tem o grão como principal matéria prima para o biocombustível nos EUA. O vencimento dezembro/21 foi cotado a US$ 5,16/bu, avanço de 0,88%.

Boi Gordo

A volatilidade do mercado físico do boi gordo continua. Grande parte das plantas frigorificas ainda demonstra apetite reduzido nas compras. Com a ausência do escoamento de carne para a China, a produção de proteína bovina está concentrada no mercado doméstico.

Os negócios realizados nesta quinta-feira, se concretizaram em sua grande maioria na faixa dos R$ 270,00/@. Na B3, o contrato futuro de boi gordo com vencimento para out/21, continuou em desvalorização e fechou o dia cotado em R$ 266,80/@, desvalorizando -1,93 % no comparativo diário.

No mercado atacadista de carne bovina em São Paulo, mesmo com o feriado do dia 12/10 ajudando no escoamento da proteína bovina, o varejo ainda se encontra fragilizado, com os volumes destinados para reposição de estoques limitados. As cotações dos principais produtos comercializados passaram por reajustes, e a carcaça casada fechou cotada em R$ 17,60/kg

Soja

Influenciada pela alta de Chicago e dólar sustentado acima dos R$ 5,50, o preço pago pela soja no mercado físico brasileiro avança. A oleaginosa é comercializada na média dos R$ 170,00/sc em Paranaguá/PR.

O resultado positivo das vendas internacionais de soja norte-americana trouxe recuperação para os futuros na CBOT que fecharam a quinta-feira em alta. O vencimento novembro/21 valorizou 0,92%, sendo cotada a US$ 12,06/bu.

Fonte: Agrifatto

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.