Milho e soja estão na reta final de semeadura no Paraná, aponta Boletim Agropecuário

PARTILHAR

Custo de produção do frango sobe em setembro enquanto do leite recua, mas ainda assim se mantém acima do praticado no mesmo período de 2021.

Em novo Boletim de Conjuntura Agropecuária do Paraná, referente à semana de 18 a 24 de novembro, publicado nesta quinta-feira (24) pela Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, mostra que o plantio de milho atingiu 98% da área estimada de 400 mil hectares.

No campo, 85% da área apresenta condições boas, 14% estão em situação mediana e apenas 1%, ruim. Estima-se produção de 3,9 milhões de toneladas nesta safra.

A soja também está quase no término da semeadura, com 92% da área estimada de 5,7 milhões de hectares já plantada. A maioria da área semeada (93%) está com condições boas, enquanto 6% têm condição mediana e 1%, ruim.

Pela segunda semana consecutiva, as condições climáticas foram benéficas para o plantio do feijão no Paraná, mas os trabalhos ainda continuam atrasados. Em condições normais, a semeadura dificilmente ultrapassa outubro.

Em relação ao custo de produção do frango, em setembro, no Paraná, subiu 0,7% em relação a agosto, atingindo valor médio de R$ 5,49 o quilo. Os números são da Embrapa Suínos e Aves. Os resultados preliminares da Pesquisa Trimestral de Produção de Ovos, do IBGE, mostram que a produção brasileira de ovos de galinha foi de pouco mais de um bilhão de dúzias no terceiro trimestre. A produção acumulada dos três trimestres chega a 2,9 bilhões de dúzias, recuo de 0,7% em relação ao mesmo período de 2021.

Sobre o leite, o boletim agropecuário mostra que o preço pago ao produtor em outubro caiu, na média Brasil, 6,5% comparativamente ao mês anterior. Mesmo assim, se mantém acima do praticado no mesmo período de 2021.

A correção acontece concomitantemente com a queda no custo de produção que já se estende por quatro meses. Com o fim da estiagem e do período de inverno mais rigoroso, há oferta mais consistente no campo, o que facilita a captação pelos laticínios e exerce pressão no preço para o produtor.

Fonte: AEN

🚀 Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ 👉🏽 Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). 🚜🌱

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com