Milho: Preços da saca casa dos R$ 102,00, e agora?

PARTILHAR
milho sendo carregado em caminhao
Foto: Divulgação

Uma trégua na rivalidade entre brasileiros e argentinos; Cereal argentino vai ajudar estabilizar os preços do milho no Brasil e aliviar o cenário de oferta local.

O mercado spot do milho encerra a semana com recuo da ponta compradora após as notícias de importação de milho argentino, esse movimento trouxe estabilização nos preços da saca casa dos R$ 102,00 em Campinas/SP. O movimento de correção continua nos futuros do cereal na B3 pressionados pelas importações e avanço da colheita, assim o contrato para setembro/21 recuou 1,07% e encerrou a sexta-feira R$ 99,38/sc.

Em Chicago a semana encerrou com fortes correções nos futuros do cereal, os agentes liquidando posições, melhores previsões climáticas e aversão ao movimento do dólar impulsionaram os recuos. O contrato com vencimento para setembro/21 fechou o pregão em US$ 5,47/sc, desvalorização diária de 1,97%.

Boi Gordo

O mês de julho/21 encerrou e deixou no ar expectativas de ajustes positivos no mercado físico do boi gordo para o mês vindouro. Com as escalas ainda alongadas, os frigoríficos mantêm os preços da arroba do boi gordo em torno de R$ 318,00/@ nas principais praças paulistas. Na B3, o vencimento para outubro/21 fechou o dia cotado a R$ 325,10/@, recuando -0,32% no comparativo diário.

Motivados pela expectativa de recuperação no comércio varejista na primeira quinzena de agosto, o mercado atacadista se apresenta com uma tendência altista, na esperança de melhor demanda na proteína bovina e consequente melhora no escoamento da mesma no mercado interno. Portanto, a carcaça casada bovina, segue cotada a R$ 19,50/kg.

Soja

O forte avanço do dólar para R$ 5,20 e a desvalorização da soja em Chicago trouxeram equilíbrio para os preços da soja em Paranaguá/PR, comercializada nos níveis de R$168,00/sc.

Na CBOT, os futuros do grão fecharam a sexta-feira em queda, influenciados pelo fortalecimento do dólar frente ao real (que deixa a soja brasileira mais competitiva para a exportação) e também pelo recuo do óleo de soja. O contrato com vencimento para agosto/21 encerrou o último pregão da semana em US$ 14,14/bu, desvalorização diária de 1,36%.

Fonte: Agrifatto

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com