Morre um dos maiores nomes da pecuária, veja!

Morre um dos maiores nomes da pecuária, veja!

PARTILHAR

Dirceu Borges, fundador da Central Nova Índia, morre aos 88 anos; Empresa mineira contribuiu para a disseminação das modernas tecnologias de reprodução na pecuária zebuína.

O empresário Dirceu Azevedo Borges morreu nesta quinta-feira, 20 de agosto, em São Paulo, SP. Nascido em Barretos, no interior de São Paulo, Dirceu e o criador Lúcio Carvalho Costa fundaram a Central Nova Índia, empresa 100% brasileira sediada em Uberaba, MG.

Nós, da equipe Compre Rural, desejamos a todos os familiares e amigos do grande Dirceu, os nossos sentimentos e orações. Com certeza a pecuária está em luto e sofre com essa grande perda.

“Homem íntegro, de um grande coração, foi Mérito ABCZ e contribuiu muito com o Museu do Zebu. Grande empresário, divulgou muito Uberaba e prestou grande contribuição para a genética e melhoramento das raças zebuínas. A Central Nova Índia trouxe novas técnicas de produção de embriões e sêmen, só trabalhando com matrizes e reprodutores de alta qualidade. Nossos sentimentos à família”, declarou Arnaldo Manuel do Souza Machado, ex-presidente da ABCZ.

Borges produziu, em parceria com a Embrapa, o método Shiva de treinamento de inseminadores, que revolucionou a formação de mão de obra nessa área. Desenvolveu também o Programa Gir 2000, direcionado para a raça Gir Leiteiro, em parceria com a Embrapa Gado de Leite, ABCZ, ABCGil, Associação do Girolando e Uniube.

Destacados reprodutores e consagradas matrizes zebuínas foram alojados nas terras mineiras da Nova Índia – entre eles a matriarca Bilara PO da Nova Índia. Considerada um marco da seleção da Nelore, a matriz viveu por 19 anos – 10 deles, na Nova Índia – e deixou 172 filhos, quase todos fruto da tecnologia de embriões. 

“Nós tínhamos uma dificuldade. Os fazendeiros não acreditavam que fosse possível ter embriões da raça zebuína. A Bilara nos ajudou muito a comprovar o contrário. Com ela se perdeu o medo de utilizar vacas boas em transferências”, relatou Dirceu Borges, em entrevista ao jornalista Gitânio Fortes para a Revista DBO, em maio de 2002.

Dirceu Borges também dedicou parte de sua vida à terceira idade. Em 1995, criou a Fundação Peirópolis, responsável pelo desenvolvimento de atividades em valores humanos com natureza educativa, científica e cultural, localizada no bairro rural de Peirópolis. Também em Uberaba desenvolveu uma comunidade auto-sustentável para pessoas com mais de 60 anos chamada de Harambê.

“Muito difícil retratar a grandeza e a importância do Dirceu na promoção da melhoria social através dos valores humanos e no desenvolvimento socioeconômico. Expresso minha gratidão ao apoio que ele sempre dispensou aos programas em que juntos atuamos e em especial ao entusiasmo que ele sempre dedicou à ampliação eficiente da produção de alimentos por meio da Bolsa de Arrendamento de Terras. Fica aqui a minha saudade”, declarou em rede social José Humberto Machado Guimarães, ex- secretário de Agricultura de Uberaba.

Dirceu Borges foi sepultado em São Paulo. Ele deixa cinco filhos e cinco netos.

Com informações do Portal DBO

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com