Morte misteriosa de rebanho causa pânico no mundo, vídeo

PARTILHAR

Mais uma vez a gigante asiática está assustando o mundo com a morte misteriosa de um rebanho que surgiu boiando em um rio importante do país!

As autoridades chinesas estão investigando dezenas de porcos mortos encontrados ao longo de uma seção do Rio Amarelo, de acordo com uma reportagem da mídia apoiada pelo estado, voltando os holofotes para a segurança alimentar e da água no país.

As autoridades chinesas coletaram 48 carcaças de suínos descartadas ao longo do Rio Amarelo e estão realizando testes de qualidade da água e doenças suínas, de acordo com a mídia estatal na terça-feira.

Dezenas de carcaças de suínos foram descobertas na seção da Mongólia Interior do segundo maior rio do país e algumas estavam apodrecendo na água, de acordo com Banyuetan, uma revista publicada pela agência de notícias estatal Xinhua. As autoridades locais estão investigando a origem dos suínos e verificando se eles são portadores de alguma doença, além de desinfetar a área.

Duas pessoas suspeitas de despejar os porcos foram identificadas e serão investigadas, de acordo com a Banyuetan, uma revista da agência de notícias estatal Xinhua, citando o governo local. As autoridades coletaram amostras dos porcos e da água do rio para exame, e os porcos de fazendas próximas seriam testados, disse o relatório.

A revista relatou na segunda-feira que dezenas de carcaças de suínos foram descobertas na seção da Mongólia Interior do segundo maior rio da China e algumas estavam apodrecendo na água, voltando os holofotes para a segurança alimentar e da água. 

As autoridades também encontraram 17 ovelhas mortas e uma carcaça de vaca e prometeram reprimir a prática de descartar animais mortos, disse o relatório.

Esta não é a primeira vez que a China encontra porcos mortos em seus rios. Em 2013, milhares de porcos mortos foram descobertos no rio Huangpu de Xangai – alguns dos quais foram relatados como infectados com a doença do circovírus suíno – ameaçando o abastecimento de água da região. Um ano depois, as autoridades retiraram mais de 100 porcos mortos do rio Ganjiang na cidade de Nanchang.

A última descoberta ocorre em um momento em que o rebanho de suínos da China se recupera da devastação causada pela peste suína africana. A doença estourou no país em 2018 e destruiu quase metade dos suínos do maior produtor mundial de suínos. 

As preocupações com a segurança alimentar e os custos crescentes da produção de suínos aceleraram o fechamento de pequenas fazendas de suínos em favor de instalações maiores e mais eficientes.

Outro incidente em 2013

O número de porcos mortos encontrados flutuando em um rio que deságua em Xangai chegou a quase 6.000. Autoridades de Xangai disseram que a cidade tomou medidas adequadas para descartar as carcaças de suínos com segurança e que o abastecimento de água da cidade é adequado.

Compre Rural com informações da Bloomberg

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.