Nova Hilux receberá motores V6 biturbo e mais!

PARTILHAR

Nova geração da Toyota Hilux poderá ganhar motor V6 turbodiesel; Picape, que seguirá fabricada na Argentina, também deve oferecer uma opção híbrida!

Um dos modelos mais emblemáticos da Toyota, o Land Cruiser fez a estreia de sua nova geração (Série 300) nesta semana. Hoje distante do Brasil, vale lembrar que o Toyota Bandeirante, que foi produzido por aqui até 2001, era baseado nas primeiras gerações do modelo japonês (Série BJ).

No início do mês, surgiram os primeiros rumores de que a nova geração da Toyota Hilux poderia receber uma versão híbrida a ser construída na Argentina. No entanto, os planos da marca japonesa para o país vizinho poderão ser mais extensos. Novas informações surgiram e apontam que a montadora estaria de olho no público da Amarok V6.

Dados obtidos pelo site australiano Motoring apontaram que a Toyota de lá também estaria trabalhando em um novo propulsor V6 turbodiesel. Ele será o mesmo 3.3 V6 que estreará na nova geração do Land Cruiser, podendo entregar 310 cv e cerca de 70 kgfm de torque. A ideia seria diluir os custos de desenvolvimento do propulsor utilizando-o em mais modelos.

O que se sabe até agora da nova geração da Toyota Hilux é que a novidade deverá ainda compartilhar muitos componentes com a próxima Tacoma, picape média oferecida exclusivamente no mercado norte-americano. Outra informação obtida pelos australianos é que a montadora oferecerá o novo V6 com uma ou duas turbinas. Na segunda opção, os números de performance poderiam chegar a 350 cv e mais de 75 kgfm.

Em um primeiro momento, essa configuração mais potente estaria reservada à versão esportiva Gazoo Racing do novo Toyota Land Cruiser, mas nada impede a marca de oferecê-lo na Hilux também.

A nova geração da picape está programada para estrear em 2024. Até lá, a marca está para trás na “corrida” por potência do segmento, onde hoje reina a VW Amarok V6 turbodiesel, de 258 cv. A próxima geração da Ford Ranger também estaria para receber um 3.0 V6 turbo a gasolina de 405 cv.

Com mais de 70 anos de história, nada mais justo que o Land Cruiser 300 se tornasse o responsável por estrear evoluções importantes na gama de utilitários mais robustos da Toyota. Por conta disso, vale a pena dedicarmos atenção especial para as evoluções mecânicas do SUV, uma vez que elas podem ser aplicadas também em modelos como a próxima geração da Hilux e de seu SUV derivado SW4.

Uma novidade muito relevante introduzida pelo Land Cruiser 300 é a nova plataforma GA-F. Ela também está inserida dentro da família TNGA e conta com conceito modular, como a GA-C, que sustenta os projetos do Corolla e do Corolla Cross produzidos no Brasil.

A arquitetura GA-F mantém a tradicional concepção de chassi com longarinas, contudo a plataforma foi concebida com novidades importantes para a redução do peso do conjunto (no caso do Land Cruiser, a massa total foi reduzida em 200 kg na comparação com a Série 200), acompanhada por uma melhor distribuição de peso, centro de gravidade mais baixo e uma melhoria na estrutura de fixação da suspensão.

Segundo a Toyota, as melhorias da plataforma GA-F têm como objetivo melhorar a dirigibilidade dos modelos que serão construídos sobre ela, bem como aprimorar o conforto.

Outra evolução relevante introduzida pelo Land Cruiser 300 foram os novos motores V6 biturbo nas configurações 3.5 a gasolina e 3.3 diesel. Ambos vão trabalhar em conjunto com a transmissão automática de 10 marchas também desenvolvida recentemente pela fabricante japonesa. Os novos conjuntos deverão entregar um nível de eficiência bastante superior aos SUVs e picapes de maior porte da marca.

A transmissão pode ser combinada com tração 4×4 com reduzida e ainda receber bloqueios para os diferenciais. (central, dianteiro ou traseiro). O 3.5 V6 a gasolina entrega 415 cv e 66,2 kgfm de torque, enquanto o 3.3 V6 a diesel oferece 309 cv e nada menos do que 71,3 kgfm de torque.

Até o momento, a previsão é que a próxima geração da Hilux possa estrear em 2024. Considerando as evoluções que as próximas gerações de Ford Ranger e Volkswagen Amarok vão entregar, é muito provável que a nova plataforma e os motores poderão figurar na picape média. Vamos acompanhar todos os detalhes de perto.

Com informações do Autoo

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.