O Agro está cansado de levar o País nas costas

PARTILHAR

A Associação sugeriu que fosse zerado o Pis/Cofins na importação de grãos, mas que até o momento não houve uma resposta positiva; Confira abaixo!

O desabafo foi feito pelo presidente da ACCS (Associação Catarinense dos Criadores de Suínos), Losivanio Luiz de Lorenzi, ao analisar a baixa no preço base do suíno. 

Nesta segunda-feira (22) as empresas Aurora e Pamplona anunciaram novos valores de referência para o suíno terminado, que passa a valer R$ 5,80 – uma queda de R$ 020 – e para o leitão (de 8 e 22 kg) que agora custa R$ 5,90 – um reajuste de R$ 0,10. A bonificação média por carcaça permanece em 10%.

“As agroindústrias poderiam ter segurado essa baixa de preço pago pelo quilo do suíno se analisarmos a alta nas exportações e a remuneração em dólar que tiveram. Hoje temos produtores em desespero porque não temos perspectiva de baixa nos custos de produção, pois o País está exportando muitos insumos, como milho e soja”, avalia Losivanio Luiz de Lorenzi, presidente da ACCS.

O presidente afirma que a Associação sugeriu que fosse zerado o Pis/Cofins na importação de grãos, mas que até o momento não houve uma resposta positiva do Governo Federal.

“Continuamos com esse pleito porque se teve um setor que de fato não parou foi o agronegócio. Isso garantiu a comida na mesa dos consumidores brasileiros. Mas não tivemos incentivos do Governo Federal como forma de reconhecimento do nosso trabalho. Precisamos que olhem diferente para o nosso agro porque estamos cansados de carregar esse País nas costas”, desabafa.

O mês de março é historicamente lembrado pelas baixas no valor pago pelo suíno ao produtor, mas na avaliação do presidente da ACCS, uma preocupação extra em 2021 são os custos de produção que estão elevados. A situação é ainda mais grave para os suinocultores independentes.

“O custo de produção está passando dos R$ 7. Produtores podem sair da atividade por não conseguirem suportar a elevação de preço dos insumos para a produção da ração animal”.

Custos de produção

Conforme dados da Embrapa Suínos e Aves, a elevação dos custos de produção nos últimos 12 meses foi de 48%. Em março de 2020 o custo para produzir o quilo do suíno no ciclo completo era de R$ 4,44 e em fevereiro deste ano atingiu R$ 6,88.

De acordo com o histórico de preços da ACCS, em março do ano passado a saca de milho valia R$ 53,00 e neste ano está R$ 93,50.

Com informações da ACCS.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.