“O Javali precisa ser exterminado da América do Sul”

PARTILHAR
Richard Rasmussen - problema de javali
Foto: Divulgação

Amante e defensor da Natureza, Richard Rasmussen, fala sobre o problema da invasão de javalis no Brasil e a importância de eliminá-lo por completo

Temos que preservar as espécies nativas do Brasil usando a caça como uma ferramenta” – é com essa fala que o biólogo, aventureiro, apresentador e naturalista Richard Rasmussen abre sua entrevista para o podcast Inteligência Ltda do Rogério Vilela. O animal que não faz parte da fauna brasileira, tema recorrente aqui no site, mas sim do norte da África e sudoeste da Ásia, mas foram introduzidos em diversas regiões do mundo. É por este motivo que Richard elenca vários elementos do problema e da necessidade de eliminar esse invasor da fauna do Brasil

O javali é classificado como uma das 100 piores espécies exóticas invasoras do mundo pela União Internacional de Conservação da Natureza. Sua agressividade e facilidade de adaptação são características que, associadas à reprodução descontrolada e à ausência de predadores naturais, resultam em uma série de impactos ambientais e socioeconômicos, principalmente para pequenos agricultores.

Quando o assunto é javali, os produtores rurais já até arrepiam, já que essa praga tira o sono de quem produz alimentos nesse país. Uma praga que foi introduzida no Brasil, e que causa estragos e prejuízos por onde passa. Um grande risco para a fauna, flora, produção e saúde pública. Um Javali gigante foi abatido, com ajuda de pessoas treinadas e autorizadas para fazer o controle populacional dessa praga.

Porque devemos exterminar o Javali?

É uma questão ambiental e econômica, aponta Richard.

Ambientalmente o javali compete com outras espécies nativas do Brasil – queixada, cateto – por alimento na natureza resultando em menos alimento, isso já é ruim pois o invasor não fazia parte daquele ambiente e cadeia alimentar. E porque o javali é muito maior que seus concorrentes, tornando a luta por alimento desleal.

O javali está destruindo as propriedades rurais de diversos estados brasileiros. Usualmente ele invade uma área e faz uma completa devastação, a soja e milho plantados está entre os itens de seu cardápio, logo economicamente não é legal. É por isso que precisamos de ferramentas legais para combater essa praga.

Confira a entrevista completa no vídeo abaixo:

Quem pode caçar javalis?

São necessários alguns procedimentos antes de ir à caça do animal, como por exemplo, ter autorização do Ibama para isso. O Sistema de Informação de Manejo de Fauna (Simaf) é o sistema eletrônico de informação, disponível nos serviços online do Ibama, que o cidadão deve acessar para encaminhar documentos referentes ao manejo de javalis. Trata-se, portanto, de um sistema automatizado, interativo e simplificado de atendimento à distância e de informação, que visa melhorar o atendimento e a prestação de serviços junto aos interessados em geral.

Outras ações importantes 

Abater javalis jovens e fêmeas são ações importantes para o controle da espécie. Prestar informações referente as ações realizadas também permite o aprimoramento da gestão para controle da espécie. “Outro ponto importante a ser incentivado são os mutirões de controle de javalis, lembrando que esse mutirões devem respeitar a legislação vigente”, conclui Virginia. 

A Compre Rural não defende a caça ilegal, sendo contra qualquer manifestação ou estímulo que possa levar ao abate de animais que não são permitidos por lei. O javali é uma praga para a produção agropecuária e destruidor das nascentes. Além disso, a sua caça é permitida por lei.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Fundador e editor do Compre Rural, pós graduado em Consultoria Web, especialista SEO e aspirante a produtor rural.