PARTILHAR

Ativista Luiza Mell afirma que ovo é menstruação da galinha, e enfatiza: “eu não sei como as pessoas acham tão normal comer a menstruação de um bicho”.

Tem-se publicado, desde há alguns anos, em textos de veganas e de veganos, a noção de que “menstruação” de galinha, termo usado para designar “ovos”, não se come. O primeiro erro, de quem usa tal expressão sem pensar melhor no seu alcance e propriedade, é produzir confusão entre estes dois conceitos: “ovulação” e “menstruação”.

O ovo é produto de “ovulação”, não é “menstruação”. Só quem nunca parou para pensar na própria ovulação como processo que ocorre nos ovários, envolve as trompas de Falópio e se encerra no útero. Resumindo, quando alguém escreve, “ovo é menstruação”, confunde “ovulação” (a separação do ovo do corpo da fêmea) com “menstruação” (o descarte de tecidos uterinos não úteis), a fase final de excreta uterina, existente nas fêmeas mamíferas quando seus óvulos não foram fecundados nas trompas de Falópio.

Para esclarecer melhor o assunto, o Zootecnista e Professor da UFT, José Neuman Miranda Neiva produziu um novo vídeo no Canal do Youtube Agroverdades para esclarecer a questão.

Afirmação foi feita em programa da Jovem Pan, abaixo:

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.