Vídeo: Ônibus boiadeiro? “Agora a Nasa vem!”

Vídeo: Ônibus boiadeiro? “Agora a Nasa vem!”

PARTILHAR
onibus transformado em caminhao boiadaeiro
Foto: Divulgação

Que o brasileiro é o rei da gambiarra todos sabem, mas será que há algum limite? Conheça o ônibus que foi transformado em caminhão boiadeiro

A expressão “Agora a NASA vem!” é um meme muito usado pelos brasileiros, que na falta de capacidade financeira de comprar algum produto ou serviço faz adaptações e com o que tem. Convenhamos que o brasileiro precisa mesmo ser estudado pela Nasa pois tem uma capacidade incrível de criação.

Conseguimos realizar coisas nunca antes vistas ou imaginadas, verdadeiras “gambiarras” para resolver situações de forma inusitada e por vezes engraçada. O tal do jeitinho brasileiro que tanto se fala também pode ser usado nesse momento de achar soluções diferenciadas para determinado problema.

Nós encontramos um vídeo em um app atribuído ao usuário @lzzmo621 incrível, onde é possível constatar que um ônibus de passageiro foi transformado em um caminhão boiadeiro. Pela riqueza de detalhes do veículo é possível perceber que não é brincadeira, eles irão usar o referido para carregar bovinos.

Nós tentamos entrar em contato com o autor do vídeo mas ainda não houve retorno, caso você conheça o construtor dessa obra prima entre em contato conosco, para que possamos obter maiores detalhes e publicar por aqui. Inclusive se ele já fez algum carregamento de boiada, já que a máquina foi realmente construída para isso.

A NASA agencia espacial norte-americana é tradicionalmente especializada em investigar fenômenos paranormais, abduções e contatos imediatos além de outras anomalias de difícil explicação pela ciência convencional. Quando alguém faz menção à NASA, está querendo dizer que se trata de uma anomalia digna de ser estudada pela agência espacial norte-americana. Ou seja, é tão estranho e incomum, que certamente a NASA estudará.

E aí, será que a Nasa vem agora?!

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com