Pecuarista triplica produção de leite

Pecuarista triplica produção de leite

PARTILHAR

Em 2020, ele viu a sua produção de leite triplicar depois de integrar o programa FIP Paisagens Rurais, do Sistema FAEMG/SENAR/INAES. Confira abaixo

“Antes eu era um tirador de leite, agora estou virando um produtor rural”. É assim que Paulo Antônio da Rocha Guimarães, do município de Canápolis, se define. Aos 77 anos, ele não imaginava que a vida na propriedade pudesse ter tantas mudanças. Em 2020, ele viu a sua produção de leite triplicar depois de integrar o programa FIP Paisagens Rurais, do Sistema FAEMG/SENAR/INAES.

O técnico de campo Alejandro José de Melo fez a primeira visita em março e elaborou o diagnóstico da propriedade. O produtor foi orientado a utilizar a palhada in natura de abacaxi na alimentação do gado. Como parte da área é arrendada para uma plantação da fruta, o produtor tinha a palhada disponível. Também foi feita uma rotação de pastagem de mombaça, com o uso de piquetes.

“Com isso, conseguimos um ganho energético na alimentação do gado. A Mombaça, por exemplo, tem um teor de proteína mais elevado”, explica Melo. Ele destaca que o produtor também passou a economizar na ração.

A mudança possibilitou um ganho substancial na propriedade, que passou de uma produção diária de 70 litros de leite em março para 230 litros no fim do ano. “E o produtor não comprou nenhum animal neste período”, completa o técnico.

Hoje, Paulo está feliz com os resultados e agradece a assistência oferecida. “Com 70 litros, eu só conseguia pagar o vaqueiro. Agora estou pagando todas as contas e já pensando em fazer uma poupança”, comemora.

“Esse é um exemplo de que conseguimos impactar a vida do produtor rural com os nossos programas que levam assistência e orientações técnicas e de gestão diretamente a ele”, afirmou o gerente regional do Sistema FAEMG/SENAR/INAES em Uberaba, Caio Oliveira.

Fonte: SENAR/MG

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com