Plantio de milho verão chega a 65% no RS e colheita de trigo atinge 5%, diz Emater

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Segundo a Emater, toda a área de milho verão já cultivada encontra-se em estágios de germinação e desenvolvimento vegetativo.

SÃO PAULO (Reuters) – O plantio de milho primeira safra 2021/22 alcançou 65% da área no Rio Grande do Sul, com trabalhos mais adiantados em relação a anos anteriores, mostraram dados da Emater-RS nesta quinta-feira, enquanto a colheita de trigo chegou a 5% no Estado.

A semeadura do milho avançou 3 pontos percentuais no comparativo semanal. No mesmo período do ciclo anterior, 60% das lavouras estavam plantadas e a média histórica para esta época do ano é de 58%.

“O tempo favorável no Rio Grande do Sul durante a semana contribuiu para a ampliação do plantio”, disse a empresa de assistência técnica e extensão rural em informativo conjuntural.

Segundo a Emater, que é vinculada à Secretaria da Agricultura do Estado, toda a área de milho verão já cultivada encontra-se em estágios de germinação e desenvolvimento vegetativo.

Já para a soja, os muitos dias de chuvas da semana impediram a evolução dos preparativos para a implantação da safra 2021/22 e o plantio inicial das lavouras em regiões como Ijuí, Santa Rosa, Pelotas e Santa Maria.

“Produtores aproveitaram o tempo para realizar tratamento de sementes e regulagens de máquinas e equipamentos para a semeadura (de soja). Em condições de tempo firme, serão intensificados o preparo de áreas e o início do plantio do cedo.”

Ainda segundo a Emater, as chuvas também foram prejudiciais para a colheita de trigo, que atingiu 5% das áreas, avanço de 2 pontos percentuais na variação semanal.

“As precipitações ocorridas entre 04 e 10 de outubro em todo o Estado resultaram em alta umidade nas lavouras, impedindo a colheita das já maduras. Em algumas localidades, as chuvas e os ventos fortes provocaram acamamento do trigo”, disse a empresa.

Os trabalhos do cereal estão atrasados ante os 24% vistos em igual período de 2020 e em relação à média histórica de 13%.

Fonte: Reuters

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com