Polícia acaba com ladrões de gado, confira agora!

Polícia acaba com ladrões de gado, confira agora!

PARTILHAR

Os três ladrões de gado, que formavam uma quadrilha, foram “abatidos” em flagrante pelos crimes de desobediência, porte de arma de fogo e associação criminosa.

Após a prisão de três homens por porte ilegal de armas de fogo pela equipe da Polícia Militar, no município de Alto Alegre, o desdobramento das investigações levou a Polícia Civil a identificar a prática de furtos e roubos de gado (abigeato), na região do Paredão, zona rural de Alto Alegre, praticada por eles.

“Todo o material, incluindo o veículo usado pelos acusados, foi apreendido e apresentado na Polícia Civil“, informam as autoridades. Além disso, uma arma de fogo que os criminosos arremessaram para fora do veículo durante a fuga também foi localizada e apreendida.

Os trabalhos de fiscalizações realizados pelos policiais militares permitiram que os irmãos R. R. S., 28 anos e S. R. S., 26 anos, e P. R. O. T., 20 anos, fossem presos em flagrante na segunda-feira, 25.

Os três foram presos ao tentar fugir da abordagem dos policiais militares e durante a fuga eles jogaram para fora do veículo um armamento, que posterior foi localizado e apreendido pelos policiais.

Durante uma busca no veículo utilizado pelos homens, os policiais militares encontraram vários objetos utilizados no roubo ou furto de gado, tais como laço, cordas, rádios comunicadores, facões e facas, lonas, etc. Todo o material, incluindo o veículo usado pelos acusados foi apreendido e apresentado na Polícia Civil.

De acordo com o delegado titular de Alto Alegre, Wesley Costa, um dos homens preso já vinha sendo investigado como suspeito no furto de gado ocorrido em vários sítios da região.

“Nós já tínhamos informações sobre o veículo utilizado por um dos investigados, que foi apreendido nessa ação policial, e durante os interrogatórios os autores confessaram parcialmente os atos criminosos, sendo que um deles levou a equipe de policiais até os locais onde haviam sido realizados os abates”, disse o delegado.

Os três homens foram autuados em flagrante pelos crimes de desobediência, porte de arma de fogo e associação criminosa. Eles foram encaminhados a Audiência de Custódia nesta terça-feira e tiveram a prisão em flagrante convertida em prisão preventiva. Uma equipe do GRT (Grupo de Resposta Tática) escoltou os três homens para Boa Vista no final da tarde para apresentá-los ao Sistema Prisional.

Quanto aos furtos e roubos de gados, como não houve prisão em flagrante por esses fatos, a Polícia Civil instaurou inquérito policial e continuará as investigações para esclarecer as circunstâncias dos crimes, identificar todas as vítimas dos suspeitos e identificar quem são os receptadores da carne ilegal.

Outro caso: Ladrões dão prejuízo de R$ 90 mil a pecuarista

Ladrões de gado deram prejuízo de pelo menos R$ 90 mil a donos de animais, em São Gonçalo do Sapucaí (MG). Trinta cabeças de bovinos e quatro éguas adestradas foram levadas de um sítio de Alexandre Lourenço de Paiva no início desta semana, após arrombamento de porteira e curral. 

Segundo Alexandre e o criador de cavalos, Natal Moreira, os ladrões usaram tábuas encontradas no curral para improvisar um atracadouro para um ou mais caminhões usados no transporte dos animais.

A Polícia Civil da cidade iniciou uma investigação, após registro da ocorrência dia 21 de janeiro, mas ainda ninguém foi preso nem os animais recuperados. Alexandre disse ter recebido telefonemas de supostos ladrões que exigiam depósito de R$ 5 mil para a devolução dos animais. O caso também foi comunicado às autoridades. 

Informações podem ser passadas por meio dos telefones (35) 98832-8275 e 3241-1264.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com