Polícia “mete o cacete” e acaba com roubo de gado, confira!

Polícia “mete o cacete” e acaba com roubo de gado, confira!

PARTILHAR
Segunda fase da Operação 'Boi Sujo' é realizada em cidades da Zona da Mata — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Ação rápida da polícia conseguiu impedir o roubo de gado avaliado em mais de R$ 50 mil; Criminalidade tem crescido no campo, um prejuízo!

Um homem foi preso na zona rural de Cristalina, entorno do Distrito Federal, no último sábado (8), com 14 cabeças de gado roubadas. A carga é avaliada R$ 50 mil, conforme informou o Comando de Operações de Divisas (COD) da Polícia Militar (PM).

Ainda segundo a polícia, o suspeito é reincidente no crime. No flagrante, os policiais constataram que o gado estava marcado de acordo com registros de roubo do dia anterior (7/8). O suspeito e todo o material apreendido foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil da cidade.

Polícia Civil desmantela quadrilha suspeita de furto de gado na Zona da Mata

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira (4) três pessoas em Fervedouro e uma em Divino. A ação faz parte da segunda fase da Operação “Boi Sujo” e desmantelou uma quadrilha suspeita de furto de gado em cidades da Zona da Mata.

De acordo com a corporação, o grupo atuava nas cidades de Fervedouro, Miradouro, Divino, Vieiras e Carangola. Os mandados de prisão foram cumpridos pelos investigadores sob a coordenação dos delegados Eduardo Freitas e Rômulo Segatini.

Os investigados, que não tiveram as identidades reveladas, foram encaminhados ao sistema prisional, onde permanecem à disposição da Justiça.

Primeira fase

Na primeira fase da Operação ‘Boi Sujo’, realizada no dia 17 de junho, duas pessoas, do sexo masculino e idades não informadas, foram presas e um carro apreendido.

Os suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada na prática criminosa, foram localizados em Fervedouro. O veículo, que teria sido utilizado nos crimes, foi localizado no distrito de Bom Jesus da Cachoeira.

As investigações continuaram e foram feitas análises de imagens registradas por câmera de segurança, para apurar a participação de outros suspeitos.

Participaram da operação policiais civis da 4ª Delegacia Regional de Muriaé, com atuação de equipes de Muriaé, Fervedouro, Miradouro, Eugenópolis, Carangola, Divino e Tombos.

‘Boi Sujo’

De acordo com informações da Polícia Civil, o nome da operação faz alusão à origem de mercância ilícita dos animais.

Com informações do G1 e Mais Goiás

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com