Ponta vendedora impõe alta sobre carne bovina

PARTILHAR
carcacas frogirificas no frigo
Foto Divulgação.

Após semanas consecutivas buscando repassar alta, ponta vendedora da carcaça casada bovina finalmente consegue impor alta de R$ 0,50/kg.

Após as tentativas de emplacar novas altas nos produtos no atacado, a vendedora finalmente teve força suficiente para alterar os preços vigentes. A carcaça casada bovina avançou 2,78% na comparação semanal, sendo negociadas a R$ 18,50/kg. As carnes de segunda, como dianteiros e pontas, demonstravam boa comercialização e também avançaram, com as indicações variando entre R$ 15,50 e R$ 16,00/kg.

Na B3, após um dia morno de poucas negociações, os contratos futuros com vencimentos mais próximos fecharam o dia com pequenos ajustes negativos. O janeiro/21, com apenas 491 negociações, fechou a sexta-feira em R$ 289,75/@ (-0,03%). Já o fevereiro recuou 0,07%, cotado a R$ 289,80/@.

Segundo a Scot Consultoria, o boi “sumiu” da praça

Nas praças paulistas o cenário foi de estabilidade na última sexta-feira (15/1) na comparação feita dia a dia. 

Segundo levantamento da Scot Consultoria, o boi gordo foi negociado em R$285,00/@ preço bruto e à vista. Animais que atendem à demanda externa foram negociados em R$290,00/@. 

Apesar da estabilidade em São Paulo, o cenário é de ofertas restritas ao redor do Brasil e preços subindo em todas as praças, o volume de negócios, porém, está bem pequeno.

Compre Rural com informações da Agrifatto e Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com