Preço da arroba vai disparar e boi vai “explodir”; Confira

PARTILHAR
Foto: Governo de Mato Grosso

Uma vaca deixou o mercado muito louco, mas o que parecia ruim se tornou combustível para uma explosão de preços da arroba; Confira abaixo as novidades!

A última semana, assim como na abertura desta semana, o mercado do boi gordo viveu seus “dias de especulação” em torno de uma notícia sobre um caso atípico de vaca louca em Minas Gerais. Entretanto, após confirmação dos casos, a vida segue e os pecuaristas que ora passaram aperto, vão observar uma explosão nos preços da arroba, confira!

O Ministério da Agricultura confirmou dois registros de Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB, conhecida como doença da “vaca louca”). Segundo a pasta, os dois casos são atípicos e isolados, de animais que não chegaram a ser comercializados. A exportação de carne bovina para a China foi suspensa em cumprimento ao protocolo sanitário estabelecido entre o Brasil e o país asiático. Mas situação deve ser resolvida de forma rápida nos próximos dias!

Importadores chineses de carne bovina disseram na segunda-feira que a suspensão das exportações do principal fornecedor do Brasil devido a dois casos de doença da vaca louca não teve impacto imediato no mercado, com alguns ainda fazendo compras em antecipação a uma rápida retomada do comércio.

Mercado verá uma explosão nos preços da arroba

Com a China representando mais de 59% das exportações brasileiras de carne bovina, é de suma importância avalizar e estimar os cenários possíveis para os embarques ao gigante asiático.

Falando de mercado interno, além da possibilidade realista, destaca-se ainda que a probabilidade de termos um cenário de consumo interno de carne bovina estabilizado em 2021 também não é descartada. Isso por que, os números do PIB e de desemprego estão sendo revisados a cada mês, e dependendo do nível de recuperação da economia brasileira, poderíamos chegar a uma demanda interna de 5,20 milhões de toneladas de proteína bovina, 0,44% acima do que fora visto em 2020.

Possíveis Cenários para 2021

Fonte: Agrifatto

Diante das possibilidades de indicadores destacados anteriormente, desenhamos alguns cenários que podem levar o preço do boi gordo a caminhos diferentes no 2º semestre de 2021.

Em um cenário realista, em que os preços podem chegar aos R$ 350,00/@ até o fim de 2021, visualizamos a produção em queda em linha com os números atuais, em conjunto com um mercado interno em recuperação e, mesmo com as exportações contraindo, o preço teria capacidade de valorizar até o final do ano.

Considerando um cenário otimista para os preços do boi gordo, em que esses poderiam variar entre R$ 350- 380,00/@, a produção teria que recuar de maneira ainda mais intensa em conjunto com uma recuperação mais acelerada da demanda interna, bem como exportações estáveis em relação ao volume de 2020.

Por fim, o cenário mais conservador considera preços vigorantes próximos ao range de R$ 320-330/@, limitados por uma produção maior no segundo semestre, causada por aumento do número de animais confinados, combinada ainda a exportações e demanda interna reduzidas, levando a maior estoque do produto internamente.

Uma coisa é certa, independente do cenário que se instale na pecuária nacional, o pecuarista vai precisar de atentar aos custos de produção, já que não adianta vender por valores altos e trabalhar com custos elevados. As estratégias de se utilizar a trava no mercado futuro, intensificação e tecnologia de gestão, podem ser o diferencial!

A venda de animais deve e precisa ser cadenciada para que os preços avancem rumo aos R$ 350,00/@

Foto Divulgação

O mercado deve passar por um momento mais pressionado em curto prazo, com a suspensão dos embarques para a China. Cabe lembrar, no entanto, que em 2019 a suspensão durou cerca de duas semanas e o mercado do boi gordo cedeu 3,6%, mas superou rapidamente os patamares de preços de antes do caso. Ressaltamos que não foram observados recuos significativos nos preços da arroba até o momento!

Mercado futuro já caminha para recorde de preços

Na B3, as cotações dos contratos futuros do boi gordo interromperam as fortes quedas dos dias anteriores, que ocorreram em virtude dos possíveis casos de EEB. O ajuste do vencimento para setembro passou de R$ 292,90 para R$ 295,00, do outubro foi de R$ 294,20 para R$ 297,05 e do novembro foi de R$ 303,00 para R$ 304,00 por arroba.

Exportações puxando as cotações

O Brasil embarcou mais de 500.000 toneladas de carne bovina para a China de janeiro a julho deste ano, ou 38% das importações totais da China, mostram dados da alfândega chinesa, colocando-o bem à frente do fornecedor nº 2, a Argentina, que forneceu pouco menos de 300.000 toneladas.

As ofertas globais de carne bovina estão muito apertadas e os preços já estão em níveis recordes, acrescentou outro grande comprador de carne bovina da China.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com