Vídeo: Placa Solar pode ter matado rebanho leiteiro

PARTILHAR

O prejuízo para o pecuarista que é produtor de leite foi grande, agora um laudo da Criminalística da Polícia Civil deve esclarecer o que causou as mortes!

Uma descarga elétrica, acabou matando parte do rebanho do produtor de leite que está localizado na Bacia Leiteira do Sergipe, os animais eram vacas em lactação e estavam abrigadas em um galpão que possuía Placas Solares em seu telhado, um investimento feito a poucos anos pelo pecuarista, e essa pode ser sido a causa da morte dos animais.

Catorze vacas de uma fazenda no Povoado Santa Rosa do Ermírio, no município de Poço Redondo, foram encontradas mortas nessa terça-feira (6). A Polícia Militar foi acionada e registrou o caso e também será responsável pelos laudos afirmando a causa da morte dos animais.

A imagens do vídeo são fortes, assim como o áudio triste com o relato dos fatos; veja abaixo!

A utilização da energia solar tem crescido e o agronegócio tem impulsionado a utilização da nova tecnologia que ajuda a reduzir os custos fixos com energia elétrica, principalmente em propriedades leiteiras, onde a utilização é grande por conta dos maquinários que são utilizados, como ordenha, tanque de resfriamento e etc. Porém, nem tudo são flores, sistema pode ter matado rebanho do produtor que amarga prejuízo!

Uma tragédia envolvendo o sistema, gerou um prejuízo de quase R$ 150.000,00 para o pecuarista que perdeu mais de 14 animais, além do funcionário que quase morreu no acidente. Confira as imagens e os áudios abaixo e entenda como esses sistemas podem trazer riscos!

De acordo com uma das proprietárias da fazenda, Aldelice Goes, os animais foram encontrados quando ia ser iniciada a ordenha. No cercado de metal havia, ao todo, 50 vacas. No momento, caia uma chuva leve e aparentemente não havia incidência de raios. Mas há suspeita de que tenha ocorrido uma descarga elétrica.

Um laudo da Criminalística da Polícia Civil deve esclarecer o que causou as mortes das vacas. Laudo ainda não foi finalizado!

Neste momento, o rapaz conseguiu abrir a porteira e alguns animais fugiram do local. Mas já era tarde, cerca de 14 vacas em lactação acabaram morrendo na hora no local e uma outra estava em estado grave, segundo o áudio abaixo. O prejuízo passa de R$ 150 mil reais com a morte dos animais.

No telhado do galpão, foi instalado placas solares para que a propriedade pudesse reduzir os custos com energia elétrica e trabalhar de forma sustentável. Suspeita-se que tenham ocorrido falha no sistema, o que gerou descarga elétrica na estrutura.

Arquivo Pessoal

Segundo o relato de pessoas próximas a fazenda, técnicos e peritos estão realizando os levantamentos, já que as placas estão na garantia e possuem apenas 3 anos de uso. O proprietário também contratou um perito particular!

O prejuízo financeiro estimado pela proprietária é de 150 mil reais.

Catorze das 50 vacas morreram — Foto: Arquivo pessoal

Mas afinal, isso pode acontecer com uma placa solar?

Danos causados nos arranjos fotovoltaicos (chuvas de granizo, incêndio, curto-circuito, dentre outros) também podem criar novos caminhos de circuito, que podem fluir ao longo da estrutura e dos racks do sistema, bem como através de telhados metálicos e calhas de uma edificação.

Embora cada módulo do sistema fotovoltaico esteja danificado, o sistema ainda está produzindo mais de 650 volts de circuito aberto e quase 9 amperes de corrente de curto-circuito. Esta é uma quantidade letal de eletricidade CC, como você pode ver pelo arco elétrico.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 3.jpg

Se o arco passar da estrutura para um telhado metálico, isto pode eletrificar um duto de gás no telhado e escadas encostadas contra o telhado. Isso demonstra que, ao responder a incidentes envolvendo sistemas fotovoltaicos danificados, existe uma ameaça de exposição do pessoal de serviços de emergência a riscos não previstos. Principalmente quando esses danos são submetidos à agua na tentativa de extinguir um eventual incêndio.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com