Preço do bezerro atinge recorde e agora?

Preço do bezerro atinge recorde e agora?

PARTILHAR
bezerro de qualidade marca peixe
Foto: Marca Peixe

Do lado da oferta, segundo pesquisadores do Cepea, o crescente abate de fêmeas em anos recentes limitou a disponibilidade de bezerros. E agora?

Os preços dos animais para reposição (nelore, de 8 a 12 meses) estão em movimento de alta desde setembro de 2018 em muitas regiões acompanhadas pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP. Em São Paulo, desde o início desta semana, o bezerro tem sido negociado acima de R$ 1.900,00/cabeça, sendo este o maior patamar real da série histórica do Cepea, iniciada em 1994 – os valores foram deflacionados pelo IGP-DI.

A média da parcial deste mês (até o dia 5), de R$ 1.905,69, também é a maior da série, superando o recorde real anterior, de R$ 1.849,55, verificado em maio de 2015, ainda de acordo com a série do Cepea. O impulso vem da baixa oferta e também da demanda mais aquecida.

Do lado da oferta, segundo pesquisadores do Cepea, o crescente abate de fêmeas em anos recentes limitou a disponibilidade de bezerros. Além disso, o elevado custo de produção e o baixo patamar dos preços da arroba no início de 2019 frearam o ritmo de investimentos dentro do setor.

Ressalta-se que, ainda que com menos força, muitos pecuaristas leiteiros, desestimulados com o resultado do setor entre 2018 e 2019 e, mais recentemente, atraídos pelos elevados patamares pagos pela arroba, destinaram muitas vacas ao abate.

Quanto à demanda, desde o segundo semestre do ano passado, verifica-se certo aquecimento na procura por animais de reposição, o que foi intensificado no encerramento de 2019, devido ao preço recorde pago pela arroba do boi gordo em muitas regiões do País.

Vale lembrar que a arroba do boi gordo chegou a ser negociada a R$ 230,00 no encerramento de novembro. Atualmente, a arroba é comercializa na casa dos R$ 200,00.

Enquanto esse cenário anima criadores, desanima os recriadores, tendo em vista que, segundo dados do Cepea, a reposição chega a representar até 65% dos custos de produção em São Paulo.

Relação de troca em SP

Dados do Cepea mostram que, na parcial deste mês (até o dia 5), produtores do estado de São Paulo precisam de 9,42 arrobas para a compra de um bezerro em São Paulo. Essa relação é uma das mais desfavoráveis ao recriador, já que a média história do Cepea é de 7,65 arrobas para a compra de um animal de reposição.

Em 2019, a média foi de 8,36 arrobas. O pior momento ao recriador foi verificado justamente entre maio e junho de 2015 (recorde anterior do preço do bezerro), quando foram necessárias pouco mais de 9,5 arrobas para a aquisição de um bezerro de 8 a 12 meses.

Expectativas para o boi gordo

Possíveis consequências do cenário turbulento relacionado ao coronavirus sobre o mercado do boi gordo, com considerações sobre a demanda e exportações.

Fonte: Cepea e Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com