Preço do milho atinge R$ 89,00/sc

PARTILHAR
Foto: Divulgação

O mercado estável com a forte queda do dólar influenciando no movimento retraído, mantendo as negociações no mercado físico do milho nos R$ 89,00/sc!

A semana inicia com o mercado estável com a forte queda do dólar influenciando no movimento retraído dos compradores para exportação, mantendo as negociações no mercado físico do milho em Campinas/SP nos R$ 89,00/sc. Na B3 a moeda norte-americana também influenciou no movimento de queda dos futuros, o vencimento novembro/21 recuou 0,93% encerrando o primeiro pregão da semana em R$ 87,70/sc.

As exportações de milho ganharam força na última semana com 704,12 mil toneladas embarcadas, um aumento de 229,73% no comparativo semanal. A uma média de vendas externas em 93,36 mil ton/dia, os 20 dias úteis de outubro/21 consolidam 1,40 milhões de toneladas exportadas, volume que corresponde a 28,0% de todo volume exportado em outubro/20.

Essas negociações totalizaram um montante de US$ 297,25 milhões, uma média diária de US$ 19,81 mi/dia, 52,51% de queda quando comparado a mesma ocasião em 2020.

Boi Gordo

O mercado físico do boi gordo em São Paulo iniciou a semana em toada mais estável. Com as indústrias frigoríficas analisando o desempenho das vendas no final de semana, a fim de preparar as estratégias desta semana, a referência dos negócios concretizados girou em torno de R$ 263,00/@. Na B3, o contrato futuro de boi gordo com vencimento para out/21 fechou o dia cotado em R$ 263,85/@, sem alterações significativas no comparativo diário.

Durante a última semana 16,92 mil toneladas de carne bovina foram exportadas, alternado a média de embarques diários de out/21 para 4,17 mil toneladas, 48,68% a menos que o mesmo período no ano passado. Até o momento, o mês de out/21 totaliza 62,61 mil toneladas da proteína bovina enviadas aos portos, convergindo para o que pode ser o pior resultado das exportações brasileiras desde mai/18

Soja

Apesar da forte valorização em Chicago, a soja se mantém próxima a estabilidade no mercado físico brasileiro devido a queda do dólar, que voltou para a casa dos R$ 5,55. A oleaginosa é comercializada na média de R$ 174,00/sc, em Paranaguá/PR.

As exportações de soja totalizaram 666,28 mil toneladas na 3ª semana de outubro, aumento de 6,31% no comparativo semanal. Até o momento, outubro/21 totaliza 2,73 milhões de toneladas da oleaginosa deixaram os portos brasileiros, volume 12,88% maior que o registrado em outubro/20

Fonte: Agrifatto

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.