Preços da soja despencam até R$ 3,50 nesta segunda

Preços da soja despencam até R$ 3,50 nesta segunda

PARTILHAR
Foto: Embrapa

De acordo com a consultoria Safras, os valores pagos pela saca acompanharam a desvalorização do dólar e a queda dos contratos futuros negociados em Chicago.

Os preços da soja caíram até R$ 3,50 nesta segunda-feira, 8, de acordo com a consultoria Safras & Mercado. “A combinação de forte recuo do dólar com desvalorização dos contratos futuros em Chicago afastou os negociadores e manteve as referenciais apenas nominais”, informa.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos caiu de R$ 104 para R$ 101. Na região das Missões, a cotação recuou de R$ 103,50 para R$ 100,50. No porto de Rio Grande, o preço baixou de R$ 106,50 para R$ 104.

Em Cascavel, no Paraná, o preço passou de R$ 99 para R$ 95,50 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca recuou de R$ 105,50 para R$ 102.

Em Rondonópolis (MT), a saca caiu de R$ 94,50 para R$ 93. Em Dourados (MS), a cotação baixou de R$ 92 para R$ 91. Em Rio Verde (GO), a saca recuou de R$ 96,50 para R$ 93.

Contratos futuros

A soja fechou esta segunda-feira com preços mais baixos na Bolsa de Chicago. Após os contratos atingirem os melhores níveis em dois meses, por conta da demanda chinesa, os operadores iniciaram a semana realizando lucros, seguindo fatores técnicos.

“A queda acentuada do petróleo ajudou na correção, com fundos e especuladores se posicionando à espera do relatório de junho do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), que será divulgado na quinta”, diz.

Os contratos da soja em grão com entrega em julho fecharam com baixa de 3,00 centavos ou 0,34% em relação ao fechamento anterior, a US$ 8,64 por bushel. A posição agosto teve cotação de US$ 8,67 por bushel, com perda de 1,75 centavos ou 0,28%.

Nos subprodutos, a posição julho do farelo fechou com baixa de US$ 0,70 ou 0,24% a US$ 288,40 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em julho fecharam a 28,10 centavos de dólar, baixa de 0,04 centavo ou 0,14% na comparação com o fechamento anterior.

Fonte: Agência Safras

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com