Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Preços da soja no Brasil fecham em baixa, seguindo Chicago

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a segunda-feira com preços acentuadamente mais baixos.

O mercado brasileiro de soja teve preços mistos nesta segunda-feira (12). Em Chicago, as cotações caíram, mas o dólar subiu. Foram realizados negócios pontuais, mas, em geral, o mercado esteve parado.

Veja as cotações no mercado interno

  • Passo Fundo (RS): a saca de 60 quilos caiu de R$ 184,00 para R$ 182,00
  • Região das Missões: a cotação desvalorizou de R$ 183,00 para R$ 181,00
  • Porto de Rio Grande: o preço da soja decresceu de R$ 190,00 para R$ 188,00
  • Cascavel (PR): o preço baixou de R$ 182,50 para R$ 180,50
  • Porto de Paranaguá (PR): a saca de soja passou de R$ 189,00 para R$ 187,00
  • Rondonópolis (MT): a saca foi de R$ 167,00 para R$ 163,50
  • Dourados (MS): a cotação estabilizou em R$ 173,00
  • Rio Verde (GO): o preço seguiu em R$ 168,00

Soja em Chicago

fonte: Ministério da Agricultura

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a segunda-feira com preços acentuadamente mais baixos para o grão e o farelo e acentuadamente mais altos para o óleo. Além do aumento nos estoques globais divulgado no relatório de dezembro do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), o mercado foi pressionado pelo clima na América do Sul.

O USDA projetou safra mundial de soja em 2022/23 de 391,17 milhões de toneladas. Em novembro, a projeção era de 390,53 milhões de toneladas. Os estoques finais estão estimados em 102,71 milhões de toneladas, contra 102,17 milhões de toneladas de novembro. O mercado esperava por estoques finais de 102,2 milhões de toneladas.

Os contratos da soja em grão com entrega em janeiro fecharam com baixa de 23,25 centavos de dólar por bushel ou 1,56% a US$ 14,60 1/2 por bushel. A posição março teve cotação de US$ 14,65 1/2 por bushel, com recuo de 22,75 centavos ou 1,52%.

Nos subprodutos, a posição janeiro/23 do farelo fechou com baixa de US$ 21,40 ou 4,53% a US$ 450,20 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em agosto fecharam a 62,20 centavos de dólar, baixa de 2,19 centavos ou 3,64%.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em alta de 1,27%, sendo negociado a R$ 5,3120 para venda e a R$ 5,3100 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,2340 e a máxima de R$ 5,3520.

Fonte: Agência Safras

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM