Produtor mata dois ladrões de gado durante assalto, veja

Produtor mata dois ladrões de gado durante assalto, veja

PARTILHAR
policia-do-mt
Foto: Reprodução

Pecuarista se deparou com dois ladrões de gado carneando uma de suas vacas e acabou matando eles; Confira os detalhes abaixo, imagens fortes!

Segundo as informações do áudio que circulo junto as imagens, divulgadas nos grupos de pecuaristas do Brasil, os ladrões estavam dentro da propriedade e haviam abatido uma de suas vacas. Sendo assim, o proprietário do animal, ao ver a barbaridade acabou dando fim nos ladrões. As imagens são fortes!

A criminalidade no campo, segundo os dados, estão crescendo de forma acelerada, só em 2020 houve um aumento de 18% no número de casos registrados de roubos na zona rural. Entretanto, é subestimado esse número, já que grande parte dos roubos acabam não sendo notificados!

Segundo as informações, os ladrões haviam abatido um animal, fêmea, da raça Jersey, utilizada para produção de leite na propriedade. Os ladrões estavam carneando o animal no pasto da fazenda, onde haviam matado o animal.

Era de noite e os ladrões foram descobertos pelo produtor rural, que ao se deparar com situação, acabou dando aos ladrões o mesmo fim que teve o seu animal, o abate!

Infelizmente, a criminalidade cresceu, principalmente por conta da valorização dos animais e da própria carne nos mercados. Sendo assim, o crime se tornou atrativo e a grande dificuldade do policiamento das áreas acaba trazendo maior insegurança.

Confira o áudio abaixo que circula junto das imagens do crime cometido pelos ladrões:

As imagens são fortes, por isso só veja se tiver interesse:

Outro crime que chamou atenção

Capataz de uma fazenda, de 47 anos, localizada na região da Nhecolândia, em Corumbá, distante aproximadamente 100 quilômetros da área urbana da cidade, foi preso por abigeato (furto/roubo de gado). A prisão aconteceu na tarde de quinta-feira, durante operação deflagrada pelas Delegacias de Polícia Regional de Corumbá e de Ladário.

Na fazenda, foram localizadas sete cabeças de gado, sendo dois touros, dois garrotes e três vacas que foram furtadas. Fiscais da Iagro constataram a sobreposição de marca em algumas reses. O capataz foi preso em flagrante, acusado de vender os animais sem nota, caracterizando ainda receptação, com pena de reclusão de 2 a 5 anos de detenção.

A Polícia Civil lembra que pelo sistema de disque denúncia, a população pode denunciar via aplicativo Whatsapp qualquer prática delituosa pelo número 67 99668-1679. O sigilo da identidade e número telefônico são mantidos.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com