Programa Touro Jovem apresenta recorde de produção em 2021

PARTILHAR
Touros Jovens - Crédito Divulgação
Foto: Divulgação

Sucesso dos resultados do projeto Touro Jovem da Conexão Delta G apresentou produção de 4 mil doses entre os exemplares selecionados

O programa Touro Jovem da Conexão Delta G apresentou um recorde na produção de doses neste ano. Em tempo também recorde, segundo levantamento do GenSys, consultoria associada do projeto, foram produzidas 4 mil doses entre os exemplares das raças Hereford e Braford selecionados nesta temporada. A regra estabelecida pelo programa é a do criador utilizar esse sêmen em 10% das fêmeas da propriedade, o que representa cerca de mil doses.

Porém, devido ao histórico de sucesso das provas desses touros, à indicação do programa de Acasalamento Dirigido do GenSys e do aumento de acurácia devido à genômica, os integrantes da Conexão já ultrapassaram esse limite, já tendo utilizado em Inseminação Artificial (IA) e Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) mais de 2 mil doses, o que faz com que a entidade cumpra seu papel de geração e identificação de touros geneticamente superiores para o mercado de Braford no Brasil.

De acordo com o presidente do Conselho Técnico da Conexão Delta G, Bernardo Pötter, existe uma alta demanda dos associados da entidade pelo sêmen dos touros jovens e o grande motivo disso é o sucesso deste programa. “Todos os anos revelamos touros importantes e isso vem estimulando os criadores a procurarem cada vez mais o sêmen destes touros jovens, não só os 10% mínimo que a gente preconiza. Isso se deve também ao rigoroso processo de seleção, tanto fenotípico quanto genético. A genômica também dá uma precisão maior em um programa que já era de muito sucesso, tudo isso contribui para que o pessoal tenha uma busca maior”, observa.

O programa de touros jovens da Conexão Delta G, além de promover e disseminar o progresso genético entre os rebanhos participantes do programa, fornece informações de progênie para identificar de forma mais rápida e precisa os touros superiores, que no futuro poderão ser usados intensivamente na reprodução. Para participar do programa de touros jovens, os animais são submetidos a uma forte pressão de seleção. Eles devem estar entre os 1% melhores machos com Certificado Especial de Identificação e Produção (Ceip), sendo eles escolhidos com o auxílio do Programa de Acasalamentos Dirigidos (PAD). O PAD simula o acasalamento de cada candidato (macho com CEIP) com todas as novilhas da última safra e indica os touros jovens que produzem os melhores resultados seguindo determinados critérios.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com