Prova vai avaliar fêmeas da raça Hereford e Braford

PARTILHAR
Inscrições abertas para a Primeira Prova de Avaliação Alimentar e Genotipagem para fêmeas Hereford e Braford
Foto: Gabriel Oliveira

Inscrições abertas para a Primeira Prova de Avaliação Alimentar e Genotipagem para fêmeas Hereford e Braford

A Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) abre oficialmente as inscrições para a Prova de Avaliação Alimentar e Genotipagem de Fêmeas Hereford e Braford. A avaliação, realizada em parceria com a Embrapa Pecuária Sul, é inédita no mundo e tem por objetivo antecipar um conjunto de informações das exemplares para descobrir as futuras doadoras das raças.

Conforme o cronograma, as inscrições devem ser realizadas até o dia 15 de agosto, junto à secretaria da ABHB através do e-mail ou fone (53) 3242-1332. Já a data de admissão dos animais será de 30 de agosto a 3 de setembro. Dúvidas, sugestões e/ou informações podem ser obtidas com o Gerente de Operações e da Carne Hereford, Felipe Azambuja, pelo telefone (53) 99967.3367.

De acordo com o presidente do Conselho Deliberativo Técnico (CDT) da ABHB, Paulo Azambuja, o objetivo da prova é identificar e valorizar as fêmeas com mérito genético e com capacidade de produção superiores. “A ABHB tem como característica o pioneirismo na seleção e no melhoramento genético em bovinos de corte e essa nova prova vem justamente de encontro a isso. Os associados que participarem da prova terão a oportunidade de comparar o seu material genético com os demais criatórios de evidência das raças, além de reforçar as bases de identificação de fêmeas superiores de uma forma bastante objetiva e com critérios extremamente modernos”.

A avaliação, que foi aprovada na gestão 2018/2021 do Conselho Técnico, estava prevista para iniciar em 2020, mas foi adiada devido a pandemia do Covid-19. Para o ex-presidente do CDT e atual Coordenador da seção Braford, Aldo José Tavares dos Santos, a novidade é de grande valor para a evolução das raças. “Para nós, é motivo de muito orgulho dar início a esse projeto inovador e pioneiro. Através da prova teremos animais com qualidade comprovada, que agregam valor dentro da porteira do criador e, consequentemente, entregam uma carne de qualidade ao consumidor final”.

As fêmeas serão escolhidas entre as top 40% superiores dos programas de melhoramento homologados pela ABHB (PampaPlus, Promebo e Conexão Delta G). Na sequência, passarão pela seleção fenotípica com o inspetor técnico sendo emitida a ficha de seleção zootécnica da ABHB para a solicitação do Registro Individual de Nascimento. Além disso, as fêmeas deverão ter data de nascimento entre os dias 25 de junho e 15 de outubro do ano anterior à realização da prova.

O índice de avaliação da prova é composto pelas características de ganho de peso, medidas em 25% do Consumo Alimentar Residual; 25% do Ganho de Peso Residual; características reprodutivas através de 10% de Escore de Trato Reprodutivo; características de carcaça, somando 10% de Gordura Intramuscular por Ultrassom; genômica com 10% da DEP Genômica de contagem de carrapato e 10% da DEP Genômica de pelagem ao sobreano; e critérios fenotípicos somando 10% Escore de padrão racial.

“Através desse índice desenvolvido junto a Embrapa, iremos buscar fêmeas das raças Hereford e Braford capazes de transmitir a seus filhos uma grande capacidade de engorda, precocidade de acabamento para abate, carcaça com peso e conformação almejado pela indústria frigorífica, e que suas filhas geradas sejam sexualmente precoces e capazes de imprimir ganho de peso às suas crias”, destacou Azambuja.

A primeira fase de avaliação da prova compreende até três etapas: adaptação, Prova de Eficiência Alimentar e Genotipagem. Neste período, os animais são submetidos a pesagens a cada 28 dias e as avaliações objetivas fenotípicas constantes da prova de avaliação ocorrerão após o período de pesagens. Ao término da fase de avaliação de ganhos de peso, serão realizadas as avaliações fenotípicas, de carcaça por ultrassom, novamente as avaliações de Escore de Trato Reprodutivo e os exames sanitários necessários a se realizar o ordenamento final dos animais. Ao final da avaliação, as fêmeas serão classificadas em dois grupos: aptas e doadoras.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com