Quanto custa engordar no semiconfinamento? Veja!

Quanto custa engordar no semiconfinamento? Veja!

PARTILHAR
novilho-super-precoce-angus-x-nelore-confinamento-terminacao
Terminação em semiconfinamento de novilho super precoce com 2% do peso vivo na Fazenda Boa Sorte em Cosmorama-SP / Foto: Agrônomo Alan Moreira

Vamos acabar com a dúvida e ver quanto custa engordar no semiconfinamento, técnica que permite a intensificação da produção!

Utilizar técnicas de intensificação, como o semiconfinamento, traz inúmeras vantagens e, por isso, vamos mostrar quanto custa engordar o gado nesse sistema. Além disso, vamos mostrar também alguns cuidados e manejos para garantir o melhor resultado para sua fazenda!

O semiconfinamento é utilizado para engorda e terminação dos animais, onde o pasto é utilizado como fonte de forragem, e a dieta concentrada é dada em cocho com uma maior utilização de concentrado. Lembramos que hoje utilizamos dois sistemas para terminação nesse sistema: Semiconfinamento Tradicional e a Terminação Intensiva a Pasto (TIP). Vamos entender!

No sistema de semiconfinamento tradicional em que o boi ainda precisa do pasto, como a gente colocou antes, nós temos observado fazendas trabalhando com até duas unidades animal por hectare ou 2,5 UA/ha nas águas. Já na seca isto baixa para 0,8 ou 1 UA/ha.

Quando utilizado o sistema TIP, a terminação intensiva a pasto, pode-se colocar até dez animais por hectare ou oito animais por hectare. Isto é possível porque a dependência do pasto é bem menor nesse protocolo.

De acordo com a Embrapa, unidade animal (UA) é uma unidade de referência usada para estimar a carga animal ou a lotação de uma pastagem, correspondendo a 450 kg de peso vivo.

Quanto custa engordar no semiconfinamento?

Segundo o especialista e zootecnista formado na Universidade Federal de Viçosa, mestre, doutor e pós-doutor pela Universidade de Iowa, nos Estados Unidos, Pedro Veiga, gerente global de tecnologia da Nutron, marca de nutrição animal da Cargill, o custo da diária é pequeno comparado ao ganho obtido!

“Normalmente no semiconfinamento, dependendo do peso que o boi entra no sistema, vai demorar aí de 90 a 100 dias para ele ser terminado. Uma diária hoje de um boi semiconfinado vai depender muito da região, vai depender se eu estou fornecendo 1% ou 2% do peso vivo. Aqui no Goiás hoje, por exemplo, num semiconfinamento tradicional, ele vai custar mais ou menos R$ 6,00 a R$ 7,00 por dia (preço referência para o final de abril de 2020) ao pecuarista com raçãosem levar em conta a mão de obra”, disse o zootecnista.

@agroonlinebr

“No semiconfinamento, o investimento é bem inferior em relação ao confinamento tradicional, então a gente precisa de um pasto, de um piquete, precisamos colocar cocho, evidentemente, então a gente trabalha aí com pelo menos 33 a 40 cm de cocho por animal, nós precisamos de um bebedouro de acordo com a demanda dos animais”, completou o especialista.

Dicas importantes

Bebedouro

“Uma dica interessante é que o bebedouro tem que ficar um pouco afastado do cocho. Ele não pode ficar muito próximo do cocho da ração porque o boi tem um hábito de comer a ração e beber a água. Então se tiver muito próximo , ele vai sujar muito a água. Normalmente a gente coloca a 200 metros, um pouco mais, de distância para manter a água mais limpa. Então basicamente é uma estrutura de pasto mesmo, normal, a gente vai colocar os cochos e uma estrutura de água, de bebedouro, evidentemente”, deu a dica o especialista.

Veiga reforçou ainda a importância da manutenção dos bebedouros e do fornecimento de água sempre limpa. “Água limpa é fundamental. É um nutriente de grande importância. Às vezes a gente não dá muita importância pra ela, mas a água é fundamental. A gente tem clientes que já avaliaram o impacto da limpeza da água no consumo e este impacto é muito grande. A água limpa faz o boi comer mais e ganhar mais peso”, concluiu.

Foto: @Boisaude

Pasto irrigado

“A vantagem do piquete irrigado é que o pasto vai ter uma qualidade superior porque não vai secar como aquele pasto de sequeiro. E, como eu disse, como o pasto, principalmente no semiconfinamento tradicional, tem um efeito importante no desempenho do boi, quanto melhor for a qualidade desse pasto, menos eu vou precisar investir em ração. E geralmente melhor vai ser o desempenho. Então quem tem esta condição de ter pasto irrigado, vai ter um pasto de melhor qualidade”, confirmou Veiga.

No entanto, o zootecnista fez uma ponderação. “A única preocupação, evidentemente, é não deixar molhar a ração. Se molhar a ração, ela pode fermentar, estragar e o boi comer um pouco menos”, alertou.

Confira no vídeo quatro dicas importantes para quem está começando com o Semiconfinammento:

Compre Rural com algumas informações do Giro do Boi

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.