Quem bebe mais água, Nelore ou Angus? Veja!

PARTILHAR

A utilização de raças europeias no Brasil cresceu e o pecuarista precisa estar atento as necessidades. O gado europeu bebe mais água do que o zebuíno?

A água é essencial na atividade pecuária. É um recurso natural limitado que deve receber atenção especial em todos os elos da cadeia. Diante desse fator, a qualidade da água e o bom dimensionamento para o fornecimento, ajudam no desenvolvimento do animal e na preservação do recurso hídrico. Mas afinal, quando o bovino bebe de água por dia?

Animais da raça Angus, ou de outras raças europeias, consomem mais água que o Nelore? Se sim, por quê? A dúvida foi enviada por Diego Campos, de Açailândia, no estado Maranhão.

O consumo de água na bovinocultura varia devido a diversos fatores, entre eles: ingestão de matéria seca e sódio, tamanho do bovino, fase de crescimento ou produção, produção diária de leite e temperatura e umidade relativa do ar.

Quem respondeu a questão foi o médico veterinário Fernando Loureiro, especialista no assunto. Confira a resposta dele e mais alguns detalhes sobre o consumo de água pelos animais.

“Os animais Angus, ou animais europeus, de modo geral, desenvolvem mais pelo do que o desejável na nossa condição tropical do Brasil. Então as cruzas desses animais europeus com Zebu também têm mais pelo e eles são mais suscetíveis ao calor. Eles sentem mais calor”, informou.

“E uma das funções da água, entre inúmeras outras funções no organismo dos animais, é a troca de calor, é promover o conforto térmico, equilibrar os animais, aliviando um pouco do calor e sentindo menos o dano provocado pela temperatura alta. Então, sim, esses animais, por esse motivo, vão beber mais água do que os animais Zebu, que são de pelo curto e pelagem branca, mais clara”, justificou Loureiro.

Além de sofrer mais com a temperatura, existe ainda outra razão pela qual, em média, animais cruzados bebem mais água do que os zebuínos. “Quanto mais pesados são os animais, mais água eles têm necessidade de beber. E os animais cruzados, normalmente, são mais pesados do que os animais Nelore, os animais Zebu, quando comparados indivíduos na mesma faixa etária”, acrescentou o veterinário.

“Mas o que vai determinar mesmo quanto de água os animais vão necessitar é o seu peso corporal e também a temperatura ambiente, a que temperatura os bovinos estão sujeitos. Esta variação ocorre muito em função da temperatura ambiente: quanto mais calor fizer, mais água os animais vão ter necessidade de beber para dissipar esse calor, para aliviar esse efeito térmico”, resumiu.

Consumo de água por bovinos de corte e de leite.

Mensuração do consumo da água A mensuração do uso e consumo da água é um procedimento importante, tem baixo custo e traz informações que auxiliam na decisão quanto aos aspectos econômicos, ambientais, sociais e de produção. A forma mais simples de realizar essas medições é através de hidrômetros.

Essa medição é necessária para saber o consumo dos animais, da quantidade de água absorvida em cada elo do processo de produção e, é claro, identificar prontamente vazamentos no sistema hidráulico da propriedade rural.

Compre Rural com informações do Giro do Boi e Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.