PARTILHAR

Congresso Mundial da Raça realizado na Colômbia debateu as tendências na seleção da raça no mundo e mostrou casos de sucesso.

A raça Brahman está comemorando 25 anos de seleção no Brasil, figurando entre as raças de corte que mais exportam doses de sêmen bovino no país e são usadas em cruzamento industrial. Todo esse potencial do Brahman brasileiro foi reconhecido durante o XIX Congresso Mundial da Raça Brahman, que reuniu criadores e pesquisadores de várias partes do mundo em Bucaramanga, na Colômbia, em dezembro. A programação contou com palestras, julgamento de animais, leilões, encontros técnicos, reuniões da FICEBU (Federação Internacional de Criadores de Zebu) e da Word Brahman Federation.

Um dos destaques do evento foi o Painel Internacional, que teve a apresentação de casos de sucesso no Brahman mundial. Os participantes conheceram os trabalhos de seleção dos tradicionais ranchos americanos Hudgins e V8; do Rancho Chapopote, do México; do Centro Genético Las Talas, do Paraguai; da fazenda Grancebu, da Colômbia. O Brasil foi representado pelo criatório UberBrahman, fundado pelos pecuaristas Aldo Valente e Carlos Balbino. “O objetivo do Painel foi conhecer detalhes dos maiores casos de êxito internacional com a Raça Brahman, as linhas genéticas que utilizam o sistema de produção, os critérios de seleção e os métodos de promoção e comercialização, a fim de servir como orientação e motivação aos participantes.” destacou Andrés Arenas, diretor Técnico da Asocebu – Colômbia.

Os temas relacionados à produtividade, sobretudo a fertilidade, adaptabilidade e qualidade de carne, estiveram presentes na maior parte das perguntas feitas pelos participantes do Congresso, durante o debate ocorrido após o Painel. “Nossos concorrentes não estão entre nós. Estão nas outras raças e, principalmente, nos touros sem registro, o chamado “boi de boiada”, que ainda são a maioria dos que cobrem as vacas no campo. Temos o melhor produto e necessitamos apenas selecioná-lo e promove-lo adequadamente”, alertou Aldo Valente, ressaltando a importância da união entre os criadores de Brahman. Os destaques internacionais do Painel foram homenageados pela Asocebu com uma placa.

Sediado na Fazenda Morro Alto II, em Uberlândia/MG, o criatório UberBrahman foi fundado há menos de 20 anos e é um importante fornecedor de sêmen e embriões para rebanhos no Brasil e em diversos países. O rebanho é avaliado pelo PMGZ (Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos) da ABCZ e realiza Provas de Desempenho e Avaliações Zootécnicas como ferramentas de seleção. O foco é a produção de animais provados, com excelente desempenho nas características de maior impacto econômico, principalmente em ambientes com clima tropical. “Desde o início, a seleção é direcionada por Provas Zootécnicas e pesquisas realizadas através de Cooperações Técnicas, que mantemos com diversas universidades e instituições, no Brasil e no exterior”, diz Filipe Valente, que apresentou durante o Painel, junto com o pai Aldo, os resultados do trabalho de seleção do criatório.

Filipe ministrou palestra no Congresso Mundial da Raça Brahman com o tema “Novas tendências na seleção da raça Brahman”. O tema despertou interesse de inúmeros técnicos e criadores, que compartilham da mesma necessidade de buscar por linhagens mais produtivas e eficientes, dentro da raça Brahman. Ao final da apresentação, ocorreu uma mesa redonda, onde foram discutidas as principais ferramentas de seleção e os novos rumos da raça a nível mundial.

animais-Uberbrahman-meio-ao-verde
Foto: UberBrahman

Mercado crescente para um “Novo Brahman”

Durante o Congresso Mundial da Raça Brahman foram abertas várias portas para entrada de genética brasileira na Colômbia, país que é um dos mais tradicionais na seleção de Brahman e que tem tido grande demanda por touros com alta produtividade em clima tropical. Um exemplo é a plataforma digital Muu-b, que lançou durante o evento, a venda de sêmen dos touros brasileiros Mr UBER Rambo 1026 e Mr UBER Tanque 1075. “Inovamos em tecnologia e na maneira de comercializar, porém para a venda de genética por aplicativo, os produtos têm que ter maior comprovação de qualidade. Encontramos no UberBrahman touros de alto padrão e certificados, capazes tornar nossa pecuária mais lucrativa”, afirma Juan Mancera, CEO da empresa. O Muu-b, além do comercio internacional de bovinos, atua também na intermediação de transporte de animais e produtos agrícolas. Tudo feito através do aplicativo de celular.

Painel-Internacional-no-Congresso-Mundial-de-Brahman
Painel Internacional no Congresso Mundial de Brahman / Foto: Divulgação

Durante o Congresso Mundial, foi realizada reunião com representantes da Cooperativa Neuland (Paraguai) e da empresa Agrocasa (Venezuala), ambas com cooperação técnica firmada com o UberBrahman, para elaboração de ações conjuntas visando o aprimoramento da raça. “Estamos preocupamos em fortalecer a plataforma de avaliação dos produtos para seguirmos evoluindo. A integração técnica e o compartilhamento de informações zootécnica ampliam as possibilidades no melhoramento genético para todos nós”, conta Juan Romero, sócio diretor da Agrocasa.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.