PARTILHAR

O sucesso dos cruzamentos entre raças na pecuária de corte tem se tornado um aliado para o pecuarista. Você conhece a raça Brahmanel?

Utilizar o cruzamento, principalmente para o corte, tem sido uma excelente opção para os pecuaristas que buscam uma complementariedade entre raças, além da precocidade sexual e acabamento de carcaça.

Já comentei aqui sobre a grande importância e o “presente” que o pecuarista recebeu quando começou a trabalhar com a F1 Angus x Nelore. Entretanto, vamos hoje falar de um cruzamento que já é muito utilizado, mas que poucos conhecem seu verdadeiro nome: cruzamento Brahman x Nelore, o Brahmanel.

A raça Nelore já é mais do que uma raça conhecida para o pecuarista brasileiro, ela representa a maior parte do nosso rebanho. Mas a raça Brahman, não fica muito atrás.

Vamos elencar algumas características que são interessantes:

Tolerância ao calor e a temperaturas baixas

A capacidade do Brahman de tolerar altas temperaturas faz dele o animal de corte ideal para as áreas quentes e úmidas, principalmente por possuir pêlo curto, grosso e sedoso que reflete os raios de sol. A pele é solta com pigmentação escura o que contribui para sua tolerância ao calor.

No frio, sua pele se contrai, aumentando a grossura de pele e a densidade do pêlo, que fica longo e tosco com uma pelagem inferior densa. Isto pode ser observado tanto em seu país de origem, Estados Unidos, quanto na Argentina e também no Brasil, através dos plantéis do Rio Grande do Sul, onde a raça mostra extrema adaptabilidade e eficiência a campo.

Resistência a insetos

Sua cor clara atrai pouco os insetos e a pelagem curta e grossa impede a penetração dos mesmos.

Facilidade de parto

O bezerro Brahman pesa, em média 27 a 29 kg ao nascer, o que descartam as possibilidades de problemas no parto. Mas contribuem também o fato de a vaca possuir a grande área pélvica, bem como a cabeça e ombro do bezerro não serem desproporcionalmente grandes ao nascer, o mesmo acontece com as fêmeas F1 híbridas do Brahman.

Desempenho reprodutivo

Uma marca da adaptação ambiental do Brahman está na sua capacidade de reproduzir-se regularmente – as vacas parirem um bezerro com bom potencial de crescimento todos os anos e os touros montarem um número normal de vacas numa determinada época, isto devido à alta tolerância do Brahman a temperaturas altas onde acontecem a maioria das estações de monta.

Leia Também:

Resistência a doenças

Esta característica está estreitamente associada à sua capacidade de tolerar temperaturas altas. Por possuírem pigmentação escura ao redor dos olhos, praticamente não padecem de câncer do olho.

Vaca Brahmanel. Ótima fertilidade e habilidade materna. Foto: Zadra

Mas qual a vantagem de utilizar esse cruzamento Nelore x Brahman?

Quando utilizamos essa raça no cruzamento com taurinos, o Brahman evidencia muito mais que a rusticidade. Ela trás grande influência na genética de ganho de peso e qualidade da carne. Além disso, essa raça permite ganhos para a reprodução.

Segundo o especialista e fundador do Cross Breeding, Alexandre Zadra, “aqueles que trabalham com a raça Brahman sabem do potencial de transmitir carcaças volumosas e desmamar bezerros muito pesados. Uma grande opção para esses criadores é inseminar as vacas Brahman comerciais com Nelore, produzindo bezerros Brahmanel musculosos, como o Brahman, e com ótimo rendimento de carcaça do Nelore”.

Muitas experiências mostrando machos meio sangue Brahman/Nelore com média de 252 quilos e as fêmeas com 235 quilos. Nas fêmeas cruzadas são evidentes: habilidade materna, docilidade, rusticidade. Isto é tudo que se deseja numa boa matriz e também numa receptora. A cruzada de Brahman é uma ótima receptora.

Exemplo de bezerros Brahmanel. Alto potencial de ganho em peso com carcaça moderna. Foto: Zadra
Exemplo de bezerros Brahmanel. Alto potencial de ganho em peso com carcaça moderna. Foto: Zadra

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com