Raio mata gado e gera prejuízo de R$ 50 mil

Raio mata gado e gera prejuízo de R$ 50 mil

PARTILHAR
Foto Divulgação

Um raio matou 27 cabeças de gado de corte, a maioria vacas, na noite de (02), por volta das 20h em uma propriedade, próximo à cidade de Nova Esperança do Sudoeste.

Durante o temporal da noite desta quarta-feira, dia 02, um raio matou 27 cabeças de gado de corte sendo a maioria vacas. Infelizmente, o prejuízo com essas mudanças climáticas são comuns nesse período.

O Compre Rural lamenta o ocorrido e deseja força para o produtor nesse momento. Que o prejuízo possa ser minimizado. Além da notícia trágica, confira algumas dicas de como se prevenir de acontecimentos desse tipo.

Um raio matou 27 cabeças de gado de corte, a maioria vacas, na noite de ontem (02), por volta das 20h em uma propriedade, próximo à cidade de Nova Esperança do Sudoeste na saída para a comunidade de São Luiz.

O prejuízo é estimado em aproximadamente R$ 50 mil reais. 

Tempestade de raios mata 10 vacas em sítio de Jaru, RO. Os corpos estavam no meio da pastagem. Produtor diz que também houve outros prejuízos na propriedade.

Dez vacas morreram durante uma tempestade de raios em um sítio da Linha 610 no distrito de Bom Jesus, no município de Jaru (RO), a 290 quilômetros de Porto Velho. Os corpos dos animais foram localizados no meio da pastagem, no fim da tarde de terça-feira (3), pelo dono da propriedade.

De acordo com o produtor rural Odair José, a tempestade atingiu o distrito no começo da semana e causou vários danos na propriedade, como a queda de uma árvore sobre o curral.

“É muito triste ver esta cena”, diz o proprietário.

No fim da tarde de terça-feira, quando andava pela propriedade para contabilizar os prejuízos, Odair diz que localizou as dez vacas mortas.

Os animais tinham vários sinais de descarga de raios. “É muito triste ver esta cena”, diz o proprietário.

As vacas deverão ser enterradas nesta quarta-feira (4) em Jaru, segundo a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron), pois não é recomendado reaproveitar partes do animal vítima de descarga elétrica. O produtor rural ainda está contabilizando os prejuízos

A fatalidade não é isolada, já noticiamos várias vezes no Compre Rural esse tipo de morte, com a volta das chuvas a incidência dos raios aumenta substancialmente, e é um comportamento animal se aproximar das cercas para se proteger. O vídeo foi publicado no Instagram da Pecuária Brasil, confira abaixo.

Raios são fenômenos atmosféricos caracterizados pela formação de correntes elétricas com milhões de volts de potencial e que atingem a superfície causando prejuízos materiais e mesmo mortes. Normalmente, a temporada de temporais tem inicio em Setembro e vai até Março.

As descargas podem atingir as cercas e a corrente elétrica se propagar fortemente por toda a extensão do arame farpado, causando a morte do gado em áreas próximas.

Como prevenir gado dos raios

Evitando-se a aglomeração dos animais nessas áreas a probabilidade de acidente fica menor. Da mesma forma, a construção de cercas, com interrupção do arame a cada 100 metros aproximadamente – usando-se dois mourões próximos um do outro – e aterrando-se todos os arames pode evitar danos maiores aos rebanhos.

Confira outras notícias relacionadas

O texto foi divulgado pela PP NEWS FBM, com informações Rádio Independência.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com