Raio mata pecuarista e rebanho durante chuva!

PARTILHAR

A forte chuva que atingiu a região neste final de semana, trouxe grandes prejuízos aos produtores, além da morte de animais o raio matou um pecuarista!

Um produtor rural teve um prejuízo de aproximadamente R $ 20 milhões com a morte de 7 cabeças de gado durante uma tempestade de raios na zona rural de Anchieta, litoral sul do Estado. Além desse prejuízo, um produtor rural foi rural foi morto durante uma queda de raio. Veja abaixo!

Em Pancas, no Noroeste do estado, um homem morreu. Marco Teone Barbosa da Costa, de 46 anos, foi atingido por uma descarga elétrica na localidade de córrego São José. Raios também mataram animais no interior do estado.

De acordo com a concessionária EDP, o Espírito Santo foi atingido por cerca de 11 mil raios na madrugada de domingo.

O caso aconteceu em Itaperoroma Baixa. Morreram dois bezerros, duas vacas, uma novilha e dois bois. O dono da propriedade lamentou a morte dos animais.

Um homem, identificado como Marcos Teone Barbosa da Costa, de 46 anos, morreu após ser atingido por uma descarga elétrica em Pancas, no Noroeste do Espírito Santo, durante a tempestade que atingiu o estado neste domingo (7).

A informação foi confirmada pela Defesa Civil Estadual, através do Boletim Extraordinário publicado na manhã desta segunda-feira (8), e pela coordenadoria do órgão no município. 

A fatalidade ocorreu na zona rural do município, na localidade de Córrego São José Pequeno. O comunicado do órgão afirma que “Durante a chuva, com muitos raios, uma pessoa veio a óbito ao receber uma descarga elétrica”.

Morador de Pancas morre ao ser atingido por raio durante temporal no ES

“Fazer o que? É a natureza. Eu não estava aqui porque moro em Cariacica e viria só hoje, segunda-feira. Foi por volta das 2h30 da madrugada de sábado para domingo. Meu vizinho ligou avisando e eu vim correndo ”, contou com o produtor rual Dejalma Laider, de 79 anos.

Jaime Layber, de 79 anos, mora em Cariacica e cria 29 cabeças de gado na propriedade da família, que fica a 21 quilômetros da sede. Ele contou que foi avisado do incidente logo pela manhã, quando um amigo passou pelo local e viu os animais mortos.

O dono da propriedade, que é conhecido como Jaime, disse que custou a acreditar no que tinha acontecido. “Sete cabeças é muita coisa. Eu nunca vi assim. Um amigo meu já perdeu cinco cabeças. Pelo preço que está um boi, estimo um prejuízo de R $ 20 mil ”, disse.

Os dos animais foram enterrados no mesmo dia. “Já tinha urubu voando aqui. Fizemos um buraco fundo e enterramos. Já ouvi falar de uma pessoa que sangrou o boi logo depois de ser atingido por raio e aproveitou a carne, mas eu acho que não tem como aproveitou. Ou enterra ou queima porque a carne deve ficar alterada ”, comentou.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com