Regularização fundiária avança no Brasil

Regularização fundiária avança no Brasil

PARTILHAR
regularização fundiária cadastro rurais
Foto: Divulgação

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil debate projetos de regularização fundiária e vinculação de cadastros rurais

A Comissão Nacional de Assuntos Fundiários da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) debateu as propostas do agro para os projetos de lei que tratam da regularização fundiária no Congresso Nacional. “Vamos buscar e propor todas as alternativas possíveis para criar oportunidades e dar mais segurança jurídica aos produtores rurais”, afirmou Paulo Ricardo de Sousa Dias, presidente da Comissão.

O assessor técnico da CNA, José Henrique Pereira, fez um comparativo dos Projetos de Lei n.º 510/2021, do Senado Federal, e n.º 2633/2020, da Câmara dos Deputados, e da proposta feita pelas entidades, CNA e Instituto Pensar Agropecuário, que dispõem sobre a regularização fundiária em áreas sob domínio da União e do INCRA.

Ele apresentou ainda as emendas sugeridas aos textos pelos membros da Comissão. “A regularização fundiária é fundamental para o produtor rural ter acesso ao crédito, assistência técnica especializada, além de inclusão nas políticas públicas governamentais”.

A Comissão discutiu também a vinculação de cadastros fundiários no Brasil. O auditor fiscal da Receita Federal, Stenio Lacerda, falou sobre as ações do órgão para unificar a base de dados do Cadastro Nacional de Imóveis Rurais e do Cadastro de Imóveis Rurais.

“A integração entre os cadastros fará uma transferência automatizada dos dados estruturais, assim, o que está na base do INCRA será usado também na Receita, para que o produtor rural não precise apresentar as informações nos dois órgãos, diminuindo as divergências e a burocracia”, disse.

Para acessar um dos serviços disponíveis via processo digital, o produtor terá de entrar no Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC), portal de serviços da Receita, e clicar em Legislação e Processo/Processos digitais.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.