Rei do churrasco mirim bomba na internet; Vídeos!

PARTILHAR
@werlles_leal

Apesar de ter apenas 8 anos de idade, churrasqueiro mirim bomba na internet com vídeos de carne e deixa as pessoas com água na boca!

Dois milhões. Esse é o número de visualizações orgânicas do vídeo que mostra um menininho na churrasqueira cozinhando camarão temperado com limão colhido na hora. Quem acha que o churrasco não é para criança, vai se impressionar com essa grande celebridade que explodiu na internet. Conheça o Rei do churrasco mirim!

As imagens foram captadas e publicadas em junho por Werlles Leal, 31. Sem intenção de “bombar”, ele filmou seu enteado, Vicente Campos, de 8 anos, em um dos seus momentos de interação com fogo e carne. O momento curioso viralizou e acabou em outras redes sociais dedicadas ao churrasco.

Os dois convivem há quase quatro anos e churrasco não está no dia da dupla. “Aqui em casa, quando a mãe dele quer comer alguma coisa e eu quero ficar no churrasco, pedimos para ele escolher. E é sempre churrasco. Ele joga no meu tempo”, diz o músico que transformou-se em churrasqueiro na pandemia.

Sempre com supervisão de Werlles, Vicente faz partes dos preparos. Manuseia facas grandes para fatiar carnes cruas ou assada, tempera os cortes e leva os bifes à grelha. De acordo com o churrasqueiro mirim, o que ainda falta é acertar o ponto.

“Acho que meus amigos da escola não sabem fazer churrasco, mas eu sempre gostei. Faço quando Werlles me chama. Nunca me machuquei “.

Além da fofura do menino, que apresenta um receita cheio de estilo, às vezes com um chiclete no funda da boca, o cenário ajuda no engajamento do público.

Imagem: Werlles Leal

Vicente e Werlles são moradores de Conceição de Macabu, na região serrana do Rio de Janeiro, e costumam improvisar uma parrilla à beira de cachoeiras. Assim como outras crianças, Vicente é peixinho. 

“Quando dá para entrar na água ele não quer mais saber da carne”, conta o padrasto.

Imagem: Werlles Leal
Imagem: Werlles Leal

Desde o vídeo de estreia, uma dupla ficou empolgada para gerar mais conteúdo. Para Werlles, que é seguido por 67 mil pessoas, o interesse de Vicente facilita a vida.

Ele é muito educado e diz que quer ser youtuber. Para mim é simples porque ele aparece e eu gravo. Antes, quando tinha que fazer vídeos sozinhos, era mais complicado. Tudo é produzido com o celular “

As empresas, que já patrocinavam nos posts do Instagram de Werlles, não perderam tempo em angariar o menino. Muitos mandaram “mimos” com o intuito de serem divulgados e um contrato assinado para ele se tornar embaixador do frigorífico Cruzeiro do Sul, em Ubá (MG).

Imagem: Werlles Leal

“As pessoas querem vê-lo. Os vídeos dele vão melhor do que os meus. Desde que começamos tenho visto outros blogueiros postando vídeos com o filho.”

Confira um dos vídeos do churrasco mirim:

Sem shows do churrasco mirim

Werlles Leal é formado pelo Conservatório Brasileiro de Música, no Rio de Janeiro. Craque em saxofone e flautas, ele tocou em grupos de samba e choro e dividiu o palco com estrelas como Alcione na cidade carioca.

De volta ao interior, montou uma luthieria para produzir e consertar, artesanalmente, instrumentos musicais de corda com caixa de ressonância. Com a pandemia, demanda diminuiu complementada.

Enquanto isso, seu hobby, o churrasco, foi se mostrando uma possibilidade de sustento. Os posts no instagram atraíram marcas, que geraram parcerias fixas.

Diferentemente de Vicente, que faz parte da geração do mundo digital, Werlles, com os pés no chão, aproveitou a influência on-line para começar negócios offline.

Abriu uma casa de carnes em Conceição de Macabu e selou parcerias com açougues-boutique da região para dar aulas e fornecer carnes defumadas ao estilo americano prontas para levar.

De acordo com ele, as investidas, virtuais e reais, reacenderam a cultura do churrasco na Serra do Mar fluminense.

Werlles com uma costela bovina defumada Imagem: Reprodução

Com informações da UOL

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com