Reposição vale R$ 3000/cab, já virou ouro, e agora?

Reposição vale R$ 3000/cab, já virou ouro, e agora?

PARTILHAR
Foto: Marca Peixe

O pecuarista da recria/engorda tem encontrado dificuldades em conseguir igualar a balança para garantir a reposição na fazenda; Preços dispararam!

A menor oferta de animais para reposição, em todas as categorias, tem se tornado um grande impulsionador dos preços pelo Brasil. Uma grande vantagem para quem tem bezerros ou animais de até 12@, entretanto uma preocupação para o pecuarista da recria engorda que vê a relação de troca ficando cada dia mais apertada. O que esperar desse mercado e como ele deve se comportar?

Segundo as informações da Scot Consultoria, os preços do boi magro, animais de 12@, subiu cerca de R$ 1150 por cabeça, ou seja, quase 40% em apenas dois anos. Isso também vem do reflexo do grande número de fêmeas que foram abatidas nos últimos anos.

Ainda segundo a Scot Consultoria, os preços para as fêmeas de 10,5@, os preços estão na média de R$ 2200, garantindo uma relação de troca de 1,6 em relação ao boi gordo. Já o Boi Magro, citado acima, está com uma relação de 1,2.

Segundo os negócios informados no app da Agrobrazil, pecuaristas tem buscando um maior número de negociações para as categorias de reposição, confira alguns valores informados.

Cáceres/MT, os preços informados foram de R$ 200/@, para animais de peso médio de 460 kg, com pagamento à vista e livre de imposto. Já em Padre Bernardo/GO, boiada anelorada no preço de R$ 2625/cab.

Já para os animais na categoria de bezerro, negócios informados em Monte Carmelo/MG, para animais anelorados, o preço foi de R$ 1400/cab, animais de até 6@. Já em Presidente Epitácio/SP, os valores são de R$ 2150/cab, para animais de 205 kg de média. Recorde de 316/@ para os bezerros!

Goiás: piora na relação de troca com todas as categorias de reposição

Na comparação mensal, considerando a média de todas as categorias de animais para reposição, a valorização foi de 4,5%, segundo levantamento da Scot Consultoria. Já o boi gordo, neste mesmo intervalo, subiu 0,8%.

A demanda maior é pelas categorias mais eradas, para giro rápido.

Os preços dos animais para reposição subindo em um ritmo mais forte que as altas verificadas no mercado do boi gordo pioraram o poder de compra do recriador em 3,5% em junho, frente a maio último, considerando a média de todas as categorias monitoradas.

A categoria cuja alta foi mais significativa neste intervalo foi o garrote anelorado (+6,8%), atualmente cotado em R$2.350,00 por cabeça.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com