Retenção de fêmeas garantirá alta da arroba

Retenção de fêmeas garantirá alta da arroba

PARTILHAR
A-expressão-do-nelore-matrizes-nelore-boy-fotografo
Foto: Boy Fotográfo

De acordo com analista, a tendência é que pecuaristas segurem as matrizes como no ano passado, o que afetará a oferta de carne bovina, confira as informações!

Scot Consultoria aposta que 2020 será o segundo ano consecutivo com retenção de fêmeas, principalmente pelo bom momento dos preços do bezerro. “Quando falamos disso, significa que menos animais irão para o gancho, porque uma categoria participará menos. Isso deve afetar o cenário geral de oferta de carne neste ano”, diz o analista de mercado Hyberville Neto.

Paralelo a isso, a tendência é de intensificação na pecuária, o que significa mais carne sendo produzida. “Porém, mesmo se houver, esse aumento será minimizado pela retenção de fêmeas”, comenta o especialista. Assim, a manutenção das matrizes deve colaborar para a precificação do boi gordo.

De acordo com Hyberville Neto, a demanda está se recuperando aos poucos. Indicadores apontam que apesar de não estar no ritmo desejado, os embarques superam os números do mesmo período de 2019.

“No mercado internacional, há preocupação com a China, que é um consumidor importante de carne bovina. Era antes do coronavírus, mas não mudou quando alongamentos a análise e levamos em consideração a perspectiva de que haverá uma resolução não muito demorada. Devemos observar um aumento nas compras chinesas, além de outros mercados que estão sendo abertos”, afirma.

Boi: Embora calmo, o mercado está firme, por Scot Consultoria

Em São Paulo, nessa sexta-feira de pré-Carnaval, a cotação do boi gordo na praça paulista encerra a semana com preços estáveis na comparação feita dia a dia.

Normalmente, o último dia da semana é de mercado calmo, com frigoríficos ofertando menos pela arroba, o que se intensificou nesta sexta, às vésperas do feriado nacional.

O cenário é de preços travados, com oferta restrita e dificuldade de escoamento.

Apesar do consumo ainda deixando a desejar, a disponibilidade comedida de boiadas, e as programações de abate enxutas, deixam pouco espaço para preços abaixo da referência.

Minas Gerais

Na região de Belo-Horizonte, a cotação do boi gordo subiu 1,6% na comparação dia a dia, ou R$3,00/@, e ficou cotada em R$195,00/@, considerando o preço bruto, à vista, R$194,50/@, com desconto do Senar, e R$192,00/@ com desconto do Funrural e Senar.

Expectativas para o boi gordo e milho na volta do Carnaval

Compre Rural com informações da Scot Consultoria e Canal Rural

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com