Scot Consultoria: Mercado do boi em ritmo lento

Scot Consultoria: Mercado do boi em ritmo lento

PARTILHAR
Foto: Confinamento Monte Alegre. (Reprodução: CompreRural)

Testes de preços aumentam. Em São Paulo, mercado estável. As ofertas de compra variam de R$185,00 a R$195,00/@, considerando o preço à vista, bruto.

Em São Paulo, mercado estável. As ofertas de compra variam de R$185,00 a R$195,00/@, considerando o preço à vista, bruto. Para animais jovens, com até quatro dentes, a oferta de compra está entre R$195,00 e R$205,00/@, nas mesmas condições. 

A oscilação dos preços ofertados é resultado das programações de abate. As indústrias que trabalham com parcerias e que estão com escalas mais tranquilas testam o mercado de maneira incisiva, ofertando preços bem menores do que os frigoríficos que estão com escalas curtas.

Não há uma expectativa de incremento de consumo de carne vermelha para o curto prazo. Vale lembrar que além das medidas de desaceleração da propagação do coronavírus, estamos entrando na segunda quinzena do mês, período no qual a tendência é de menor consumo devido a queda sazonal do poder de compra da população, agravado pelo distanciamento social. 

Oferta melhora, mas não muito

Aos poucos, a oferta de boiadas está melhorando e, embora a oferta não esteja abundante, está suficiente para atender a demanda atual.

Para os próximos dias não é esperado aumento do consumo, fator este que pode colaborar com um mercado com preços mais frouxos.

Fonte: Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com